Votação

Qual é seu digiescolhido predileto de Digimon Adventure Zero Two?

26% 26% [ 10 ]
5% 5% [ 2 ]
3% 3% [ 1 ]
24% 24% [ 9 ]
3% 3% [ 1 ]
39% 39% [ 15 ]

Total dos votos : 38

Últimos assuntos
Os membros mais ativos da semana
KaiserLeomon
 

Digimon4EverPT
Geração Digimon Digimon & Pokémon Mystery Universe Digimon4EverPT Digital ZonePowered by BannerFans.comTv Digimon

Digimon Exceed

Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Lawliet em Seg 05 Mar 2012, 4:43 pm

Capítulo 03 - Incêndio.
Um dia havia se passado desde aquela intensa batalha entre Pyro, Zero e seus respectivos parceiros. Mitani havia ficado com o Digi-Tama de BlackGarurumon, na esperança de se tornar parceiro de um Digimon.

Taira estava na sua casa, se arrumando para ir para a escola. Ele vestia a típica calça e jaqueta preta, seu uniforme escolar comum. Ao seu lado estava Pyro, comendo um enorme sanduiche de queijo e presunto feito por ele.

- Esse já é o quinto sanduiche que eu faço pra você. E isso apenas nos últimos quinze minutos. – Disse Taira, arrumando seu cabelo. – Promete que vai se comportar enquanto estiver em casa? Você sabe, se minha mãe aparecer...

- Eu devo me esconder debaixo da sua cama ou entrar no seu armário. – Interrompeu Pyro, sorrindo. – Você precisa mesmo ir pra escola? Queria caçar Digimons que vão para esse mundo com você.

- Espera, existem mais Digimons como aquele tal de BlackGarurumon? – Perguntou o garoto, se virando para seu parceiro digital. – E porque você quer lutar tanto com eles?

- Quando dois Digimons lutam até a morte, o que vence ganha mais experiência que pode fazê-lo evoluir.

Como aconteceu com aquele Dorumon parceiro daquele tal de Kai. – Respondeu o dinossauro vermelho, dessa vez com um olhar sério. – Quero evoluir logo, pra poder te proteger e proteger Mitani-chan também.

- Bem, eu vou indo. Qualquer coisa, pode assaltar a geladeira e fazer uns hamburgers, já que te ensinei a usar o Grill. – Disse o garoto, pegando sua mochila e descendo as escadas, indo em direção a sua escola. – Vê se não faz nenhuma bagunça.

Pyro se sentou na cama e olhou para o chão, pensativo. Coçou a cabeça, passou a mão no rosto. Nada. Um vento frio bateu levemente na janela, que balançou. A barriga do Digimon réptil balançou e fez um barulho alto.

- Preciso começar a malhar.

~~X~~

Taira andava calmamente na rua, seus cabelos castanhos balançavam levemente com o vento. Seus Goggles estavam em seu pescoço, não podia usá-los durante as aulas, menos as de educação física ou futebol.

O Digivice D-Link vermelho estava em seu bolso direito, ele não havia vibrado nenhuma vez desde aquela batalha, o que aliviou seu usuário. De vez em quando o aparelho fazia um chiado fino e rápido, mas não passava disso.

‘’Imagino se existem mais pessoas como eu ou aquele tal de Kai. Não estou totalmente acostumado com a ideia de que vou ter que salvar esse tal Digital World. ‘’ – Pensou Taira, descendo a rua em direção a seu colégio, ele estava um pouco adiantado. – ‘’Será que o Mitani vai conseguir um mais pra frente? Ele provavelmente deve estar adorando a ideia.’’

O garoto entrou na escola e subiu o pátio, se deparou com Mitani quando entrou na sala, nela só estava ele e alguns garotos que estavam sentados nas cadeiras da frente.

- E aí! – Cumprimentou o garoto de óculos. – Você tem treino de futebol hoje? Quero apresentar a você Icy-chan!

- Icy? Você deu um nome ao seu Digimon? – Perguntou o moreno, colocando sua mochila em sua carteira no fundo, ao lado da de Mitani. – Espera, você trouxe ele com você pra escola?

- Ora, claro. Não posso deixar uma coisinha fofa como aquela sozinha em casa. – Respondeu Mitani, fazendo careta. – Vamos ao banheiro, quero que você veja como ele cresceu.

- Como você sabe se é menino ou menina?
- O modo como ele fez xixi na minha camisa ontem.

Os garotos andaram até o banheiro, onde entraram em um Box e Mitani tirou de sua mochila semi-aberta uma pequena criatura. Ela possuía uma pele marrom e um moicano laranja, parecia um tipo de animal marinho. Era um Pukamon.

- Oi! – Cumprimentou o monstrinho, sorrindo. – Então você é Taira-chan?

- Sim. Prazer. – Respondeu Taira, encantado com a beleza daquele Digimon, que conseguia flutuar. Mas logo se virou para Mitani. – Como ele conseguiu crescer tão rápido?

- Quando o ovo se chocou, saiu uma criatura bastante esquisita e fofinha ao mesmo tempo. Ele teve um ataque de gases quando eu dei pra ele o mingau que a minha avó fez pra mim e Icy acabou evoluindo. Será que se eu der o mingau da minha avó para o Pyro-chan ele vai evoluir?

- Você não tá preocupado na possibilidade de alguém vê-lo? – Perguntou Taira, passando a mão no moicano laranja do pequeno Digimon. – Eu deixei o Pyro em casa, é impossível chegar à escola com um dinossauro sem ser notado. Icy não tem ataques de fome ou algo assim?

- Ele ficou viciado em mingau. Mas acho que não é problema, já que a minha vó cozinha direto.

Mitani colocou o Digimon marinho dentro de sua mochila e deixou o zíper entreaberto, para que o mesmo pudesse respirar bem. Os dois garotos saíram do banheiro e voltaram para a sala, que agora já estava bastante cheia.

Entre aquelas pessoas, lá estava Asuka sentada a uma cadeira à frente de Taira. Seus belos cabelos rosados pareciam brilhar com a iluminação da sala. Seus olhos azuis claros analisavam uma folha de atividade que estava fazendo.

Sua presença chamava a atenção, uma garota popular, graciosa e quieta como aquela parecia atrair as outras pessoas que entravam na sala. Ela tirava boas notas, jogava vôlei, além de semanalmente ter aulas de piano. Aquele era o dia onde depois da aula, onde os alunos sairiam mais cedo, e que ela teria aulas de piano.

Os dois amigos se sentaram em suas cadeiras e ficaram conversando por cinco minutos, até que a professora de geografia chegou à sala e começou a sua aula.

Taira mal observava a aula, apenas olhava para a janela, entediado. Ele tirava notas normais, todas bem razoáveis, mas ele era bom em matérias como inglês e história, o que resultava em notas boas naquelas matérias.

A aula era devagar, o garoto de cabelos castanhos apenas olhava para o quadro e copiava o que a professora escrevia no mesmo. As provas começariam nas semanas seguintes, aquela era a ultima semana para se prepararem.

~~X~~

Pyro andava animado pela casa, vestia um avental amarelo quando enquanto cozinhava hamburgers e fazia sucos. De cinco em cinco minutos sua barriga tremia, com fome. O que acabaria resultando em uma cozinha vazia.

O dinossauro tirou os hamburgers do Grill e os colocou dentro de pães cortados por ele. Após desligar o liquidificador e despejar os sucos em quatro copos grandes ele sentou em uma cadeira e os tomou rapidamente. Os pobres seis hamburgers também foram vitimas daquele terrível massacre.

- Delícia! – Exclamou Pyro, lambendo os beiços. – Foi uma boa o Taira ter me ensinado a cozinhar. Finalmente estou satisfeito. Agora vou começar a treinar.

O Digimon vermelho andou o corredor inteiro até que entrou no quarto de hospedes, onde a mãe de Taira guardava seus pesos de ginástica. O lagarto tentou desesperadamente levantar a enorme barra de ferro guardada debaixo da cama do quarto, mas não conseguiu.

- Acho que preciso começar por algo mais leve. Primeiro, com abdominais!

Pyro deitou-se sobre o chão e começou os abdominais, se esticando todo tentando tocar seus pés. No começo foi difícil, mas ele logo pegou o jeito e conseguiu progredir bastante, completando cinquenta abdominais.

Depois levantou os pesos da mãe de seu parceiro, os primeiros, os menores, foram os mais rápidos quanto ao domínio de levantar e abaixar. Mas logo tentou os mais difíceis, e finalizou com o que ele não conseguiu levantar no começo.

O Digimon dinossauro subiu as escadas e se olhou no espelho de Taira, fazendo poses e mostrando os ‘’músculos’’ ao espelho. Sua musculatura havia melhorado bastante, apesar da quantidade de comida ingerida á minutos atrás.

- Eu sou o cara! – Disse Pyro, fazendo uma pose ao espelho.

Próxima à janela, ele notou uma pequena criatura rindo levemente. Ela possuía um corpo pequeno, branco, com alguns detalhes azuis. Suas grandes orelhas brancas se destacavam, seus belos olhos azuis olhavam para Pyro alegres.

- Luna-chan? – Perguntou o dinossauro virando-se.

Ele estava bastante surpreso, Luna era uma Lunamon, uma velha amiga do Digimon réptil, que
Após ser vista diretamente pelo Digimon vermelho, a Lunamon flutuou para fora da janela, evitando-o.

- Espere! – Gritou Pyro, pulando da janela e usando suas garras para conseguir correr verticalmente nas paredes da casa de Taira. – Eu só quero falar com você!

A perseguição começou, onde os dois Digimons passavam por cima das casas daquele bairro.

~~X~~

O céu estava escuro, as nuvens negras flutuavam sobre o céu azul, dando-lhe um efeito semelhante ao de um crepúsculo. Era por volta das 13:30h, os alunos estavam arrumando suas mochilas para depois sair da sala.

Asuka já havia saído da sala á uns vinte minutos, provavelmente estaria na escola de música, onde teria a sua aula de piano.

- Pyro deve estar se lambuzando com o sorvete de creme que eu comprei pra ele. – Comentou Taira, sorrindo. – Vamos passar lá em casa, minha mãe vai pensar que a geladeira foi assaltada.

- Ok, só espera eu guardar meus livros. – Respondeu Mitani, abrindo levemente sua mochila e dando seus livros para Icy, que os guardou organizadamente. – Vamos lá.

De repente, os dois ouviram um alto barulho de sirenes e logo reconheceram o som, era um carro de bombeiros. Um incêndio estava começando em algum lugar.

O Digivice começou a vibrar, assustando o garoto, que tirou o aparelho do bolso e olhou para a tela. Nela haviam dois pontos verdes parados, que representavam ele e Mitani, pontos azuis se movimentando em uma velocidade assustadora e um ponto vermelho se mexendo pouco.

- Mais um Digimon?! – Exclamaram Taira e Mitani, em coro. – Precisamos correr!

Os garotos desceram as escadas apressados, saíram do pátio da escola e depois do próprio local. Algo terrível estava acontecendo.

Seguindo o barulho das sirenes do caminhão dos bombeiros, eles notaram que a iluminação do local estava fraca, igual ao dia anterior, quando lutaram contra BlackGarurumon.

Após alguns minutos de corrida, os dois chegaram a um enorme prédio em chamas. Lá estava todo o corpo de bombeiros, tentando apagar as chamas com capsulas anti-incêndio e com uma enorme mangueira. Nada. As chamas apenas se espalhavam mais e mais.

Havia várias crianças, adolescentes e próximos ao caminhão. O garoto dos Goggles reconheceu aquele prédio, era Tsubasa Music Gashku, a escola de música que Asuka frequentava.

- Estão todos aí? – Perguntou um homem alto, vestindo uma calça social e um paletó. Contando as pessoas que estavam ali, viu que apenas uma pessoa não estava presente. – Motomiya Asuka ainda está dentro da escola!

Uma enorme onda de adrenalina tomou conta do corpo de Taira, Asuka estava dentro de um prédio em chamas, praticamente pronto para desabar sobre ela. Era a primeira vez que ele estava cara-a-cara com a possibilidade de morte de outra pessoa.

- Ei, Taira! – Chamou uma voz, próxima a uma árvore. Os garotos reconheceram a mesma, era a voz de Pyro. – Venha aqui!

Seguindo a voz do dinossauro, os dois amigos viram o Digimon vermelho acenando, junto com outra criatura. Era a Lunamon.

- Pyro, seu bobão! O que eu disse sobre causar incêndios? – Gritou Taira, levantando os braços. – Uma amiga de infância está lá dentro!

- Dessa vez não fui eu! – Respondeu Pyro, lembrando-se que queimou uma árvore do bairro na noite anterior. – Foi outro Digimon! Essa é Luna, uma Lunamon. Eu estava a perseguindo até que chegamos aqui.

- Precisamos tirá-la de lá! – Disse Mitani, tirando Icy de sua mochila. – Oh, que coisinha fofa! – Se referindo a Lunamon.

- Sem tempo pra apresentações! – Respondeu Taira, nervoso.

- Asuka é minha parceira! – Gritou Luna, surpreendendo os dois humanos. – Eu sabia que devia ter ficado com ela o tempo todo, mas ela me disse pra ficar em casa!

Os cinco formaram um circulo no chão e se reuniram para formular o plano do salvamento, não tinham muito tempo. Teriam que fazer tudo muito rápido. O olhar de Taira era sério, o garoto colocou seus Goggles sobre sua testa e logo falou para eles sua estratégia.

- Não temos muito tempo. Eu já vi essa escola por dentro e a conheço quase tão bem quanto a nossa escola. – Disse Taira, pegando um graveto e desenhando algo no chão. – Vocês, Digimons, entram pela porta dos fundos enquanto eu e Mitani entramos pela porta da frente. Não temos como anular o fogo, por isso precisamos fazer tudo bem rápido.

- Entendido! – Disseram Icy e Pyro, em coro.
- Certo! – Falou Luna. – Vamos lá!

Os três Digimons correram até a parte de trás do prédio flamejante e arrombaram a porta, entrando naquela bomba relógio. Mitani teve a ‘’genial’’ ideia de jogar uma pedra no caminhão dos bombeiros e quebrar a sirene, distraindo todos, e então entraram no prédio.

- Isso foi bem idiota, mas bem esperto. Bom trabalho, Mitani! – Disse Taira, subindo as escadas e chamando pelo nome da garota. – Asuka! Estamos aqui!

Não era possível ouvir nada, as chamas douradas do local pareciam ser vozes impedindo qualquer contato longo. Os garotos logo se encontraram com os três Digimons, e juntos procuraram pela garota de cabelos rosados.

- Vamos facilitar as coisas. – Disse o garoto dos Goggles, lançando um olhar sério para todos. – Eu e Pyro e Luna vamos procurar no terceiro e quarto andar, Mitani e Icy ficam com o segundo e esse andar, ok?

- Certo! – Disse Icy, fazendo uma referencia.

O moreno subiu as escadas, acompanhado de seu parceiro digital e da parceira de Asuka. Em sua cabeça havia muitas perguntas. Como Asuka havia conseguido Luna? Ela também possuía um Digivice? Kai e Zero também estavam dentro daquele prédio? Mas ele não se preocupava em pensar sobre aquilo no momento, apenas precisava salvar aquela garota.

- Taira, sei que é sua amiga, mas como consegue se arriscar tanto? – Perguntou Pyro, enquanto procurava pela garota.

- Eu não posso simplesmente abandoná-la aqui! – Respondeu Taira, sem dar muita atenção ao Digimon dinossauro. – Tente não usar suas chamas, esse lugar já está muito quente.

No andar de baixo, Mitani e Icy corriam e evitavam o fogo. Aquilo parecia o inferno, chamas dançavam por quase toda a parte. Não tinham muito tempo, estavam dentro de um prédio em chamas com um Digimon maligno a solta.

De repente, o garoto de óculos notou uma criatura monstruosa destruindo tudo. Era a sala de instrumentos eletrônicos, aquele Digimon estava absorvendo a energia elétrica daquele local para ficar mais forte.

A criatura mais se assemelhava a um fantasma, seus dentes sujos escapavam por sua boca, seus olhos negros procuravam por mais energia para a sua alimentação.

- Um Raremon?! – Exclamou Icy, assustado.

- Acid Wave! – Gritou o monstro, cuspindo uma gosma roxa, que voou em direção aos dois.

Mitani segurou Icy e se jogou para o lado, quase se queimando com as chamas, consumindo o chão de madeira. A gosma roxa caiu no chão, e fez um enorme buraco. Aquilo era um ácido especial, poderia consumir uma pessoa viva caso fosse acertada.

- Essa foi por pouco. – Comentou o garoto de óculos, suspirando.

- Morra! – Gritou Raremon, cuspindo sua secreção para todos os lados.

- Mas que porcaria! – Gritou Mitani, desviando da gosma monstruosa lançada pela criatura. – Qual é o seu problema?

No andar de cima, Taira, Pyro e Luna procuravam por Asuka. Não tinham muito tempo, com o Raremon lançando seu ataque para todos os lados, notavam o chão sendo consumido pelas chamas e pelo ácido. A situação estava ficando cada vez mais complicada para todos.

- Achei, Taira! – Disse Pyro, destruindo uma porta de madeira, onde viu a garota de cabelos rosados caída no chão.

- Mais um Digimon?! – Exclamou a garota, assustada. Vendo o dinossauro junto da Lunamon. – Luna!

- Não se preocupe. – Disse o garoto de cabelos castanhos, entrando na sala. – Nós viemos de salvar, Asuka-chan. É uma longa história.

A garota tentou se levantar, mas não conseguiu. Seu rosto estava estampado o sentimento de medo e de dor. A situação estava ficando cada vez mais complicada.

- Eu acho que quebrei minha perna. – Disse Asuka, tentando levantar-se de todas as maneiras possíveis. Um esforço inútil.

- Deixa que eu te ajudo. – Disse Taira, levantando a garota e por fim a carregando com os dois braços. – Pyro, abra o caminho!

- Fire Breath! – Bradou o Digimon reptile. Cuspindo uma grande bola de fogo, que destruiu o piso á sua frente, fazendo um grande buraco.

O garoto dos Goggles preparou-se, e junto com seu Digimon pulou no buraco, segurando Asuka em seus braços. Haviam voltado ao segundo andar, onde viram o Raremon tentando matar Mitani e Icy.

- Rock ‘n’ Roll Breaker! – Gritou Pyro, acertando o Digimon fantasma com suas garras flamejantes, que acabou sendo jogado para longe com a força do impacto.
Os três humanos se juntaram, e os três Digimons também. Raremon havia levantado, furioso com seu ferimento.

- Moon Beam! – Gritou Luna, disparando pela safira em sua tiara um grande raio prateado.

- Ice Jet! – Gritou Icy, cuspindo pedras afiadas de gelo.

- Fire Breath! – Gritou Pyro, cuspindo sua uma poderosa bola de fogo.

Os três ataques se juntaram no caminho de seu alvo, se transformando em um grande raio dourado, que atravessou o corpo de Raremon, que se desfez em dados. Os três haviam vencido aquela luta.

- Nós vemos em casa, Pyro. – Disse Taira, sorrindo.

Quando o grupo chegou ao primeiro andar, os três humanos saíram pela porta da frente e os Digimons pela porta dos fundos. Finalmente eles puderam respirar ar puro. Uma multidão se espantou quando viu as crianças saindo salvas do prédio.

As ambulâncias chegaram, Asuka foi colocada em uma, para ser levada ao hospital. Evitando a multidão cheia de perguntas, Taira saiu correndo em direção a sua casa. Tudo aquilo fora tão repentino, sua vida estava mudando rapidamente.

Continua...
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 19
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Mickey em Ter 13 Mar 2012, 12:06 pm

Lawliet... ÓTIMO episódio!

A história foi muito bem desenvolvida... Com situações engraçadas...
Agora... Esse Pyro convencido foi hilário...
Não tanto quanto o nascimento do Icy...

- Quando o ovo se chocou, saiu uma criatura bastante esquisita e fofinha ao mesmo tempo. Ele teve um ataque de gases quando eu dei pra ele o mingau que a minha avó fez pra mim e Icy acabou evoluindo. Será que se eu der o mingau da minha avó para o Pyro-chan ele vai evoluir?
Como pensei... Mas não imaginei a situação toda que foi muito engraçada! Hauahaua!

Mitani teve a ‘’genial’’ ideia de jogar uma pedra no caminhão dos bombeiros e quebrar a sirene, distraindo todos, e então entraram no prédio.
VÂNDALO!!! Quebrava uma Janela ou outra coisa...

Bom! Muito legal a finalização do episódio com a combinação da equipe...

Até o próximo Lawliet!

__________________________________________________________________________

avatar
Mickey

Administrador
Administrador

Mensagens : 1322
Data de inscrição : 23/10/2011
Idade : 32
Localização : Goiás

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Lawliet em Seg 19 Mar 2012, 11:36 am

gorfarcoiris Alguém deu bola pra minha fic!!! \o/

Opa, valeu Mickey!
Tentei deixar tudo me engraçado e interessante, já aviso que a fic terá vários capítulos assim, porém não posso falar isso quanto a alguns capítulos seguintes mas darei o meu melhor pra deixar a fic leve e pesada ao mesmo tempo. what

Irei postar o cap 4 jaja.
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 19
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Lawliet em Seg 19 Mar 2012, 11:38 am

Capítulo 04 - A sombra de um Demônio.

Era cedo, por volta das 5:50h da manhã. O céu estava nublado, provavelmente a tarde teria uma forte chuva. Taira estava no hospital Fukushima com Asuka, que estava sentada em uma cadeira de rodas, ela havia mesmo quebrado a perna esquerda, Taira estava com umas pequenas queimaduras no braço direito, mas nada demais.

- Você vai precisar trocar o gesso daqui a um mês Motomiya-san. – Disse o Dr. Fujiyama, um bom homem de quarenta anos. – Mas não se preocupe, não foi tão grave, apesar da situação que a senhorita estava. Estude esses dias, as provas já estão começando.

- Tudo bem. – Respondeu Asuka, sorrindo. – Até mais.

Taira andava atrás da garota, empurrando a cadeira de rodas. Ele não passara a noite no hospital, mas estava muito preocupado com sua amiga de infância, por isso se preparou mais cedo para busca-la no hospital. No momento em que saíram do prédio, Pyro e Luna saíram de trás dos enormes pinheiros que ficavam atrás do hospital.

- Você vai levar Luna pra escola, Asuka-chan? – Perguntou Taira.

- Sim, ela vai ficar no telhado. – Respondeu a garota, com um semblante sereno.

- É uma boa ideia pra se esconder um Digimon pequeno. Mas não vai dar certo com Pyro, considerando que ele faz uma bagunça a cada cinco minutos. – Disse o moreno, sorrindo para seu parceiro.

- Ei! – Protestou Pyro. – Eu não faço muita bagunça!

- Quem queimou o meu micro-ondas? Quem quase explodiu a cozinha brincando com o gás? Quem entupiu a minha privada ontem de madrugada?

- Ah, grande coisa! Eu sou inocente!

- Nós aparecemos no Jornal Nacional, Taira. – Disse Asuka, dessa vez com um olhar um pouco mais sério. – Não sei como não perceberam, mas o Pyro apareceu no fundo, meio rápido, mas apareceu. O Mitani parou pra dar uma entrevista e ficou falando por uns cinco minutos.

- Aposto que ele vai chegar à escola se achando o cara. – Comentou Pyro, rindo.

Os quatro ficaram andando por alguns minutos, até que chegaram à estação de metrô. Como sempre o local estava muito cheio. Era um dos locais mais frequentados na vida diária japonesa. Pyro e Luna se separaram de seus parceiros e subiram até no telhado da estação, esperando os dois humanos entrarem no trem para, juntos, os acompanharem.

A intimidade entre aqueles dois humanos havia voltado quase que totalmente, apesar de não demonstrar muito, Asuka estava muito grata a seu por tê-la salvo da morte naquele prédio, incendiado por Raremon, que absorvia a energia elétrica, para ficar mais forte.

O aparecimento do mesmo foi bastante repentino, mas com o plano de Taira, o grupo conseguiu eliminar o Digimon fantasma rápido. Tudo estava acontecendo bem rápido, o aparecimento de Digimons maléficos durante dois dias seguidos era algo realmente estranho.

Várias perguntas flutuavam irritantemente na cabeça do garoto dos Goggles, Raremon também fazia parte do exército de algum Demon Lord? Pyro dissera que alguns Digimons eram expulsos do Digital World e consequentemente apareciam nesse mundo, então fazendo ou não parte de algum exército maligno, Digimons ruins poderiam aparecer no mundo humano? Porque Kai e Zero não apareceram durante o incêndio causado pelo Raremon? Mais e mais perguntas apareciam em sua mente.

Os dois amigos pegaram o trem para voltarem para o bairro de Minato, seus Digimons pularam do telhado da estação e caíram em cima do trem, fazendo um barulho forte, que assustou algumas pessoas, mas logo foi esquecido.

Em cima do trem, Pyro e Luna se seguravam. Pyro moldou buracos no formato de seus pés e em seguida moldou no formato dos pés de Luna. Quando pisaram nos buracos, eles prenderam seus pés, para que não caíssem.

Por uma fração de segundo talvez, mas quando o trem estava chegando ao subsolo, seu olhar se dirigiu a uma janela do trem, onde teve a enorme sensação de ter visto Kai o observando com seu típico olhar frio.
Teve aquela sensação de ter fitado seus olhos verdes duas ou três vezes, mas pensou ser apenas a sua imaginação quando o trem chegou ao subsolo.

Sentado ao lado de Asuka, o garoto de cabelos castanhos ficou olhando para seu Digivice. Ele estava muito feliz por Pyro ter aparecido em sua vida, tudo estava muito mais legal do antes, sua vida estava muito mais interessante do que antes.

- Taira? – Chamou a garota de cabelos rosados, fitando o garoto. – Você parece bem aéreo.
- Ah, não é nada. – Respondeu o moreno, sorrindo. – Só estava pensando no ataque de BlackGarurumon e no incêndio causado por aquele Raremon na sua escola de música.
- Sim, Mitani me falou sobre o tal BlackGarurumon. Segundo Luna, o mundo deles está em uma crise terrível.
- Quando e como você conheceu Luna, Asuka-chan?
- Á mais ou menos uma semana, vi um risco no céu, algo parecia estar caindo, como um meteoro.Quando a ‘’coisa’’ aterrissou no chão, vi que era o Digivice D-Link. Resolvi procurar na internet sobre ele e Luna saiu do meu computador.

- Mas foi exatamente o que aconteceu comigo! Com que Digimon Luna lutou nesse dia?

- Com nenhum, nossa primeira batalha foi ontem, contra o Raremon.

Eles continuaram conversando sobre o assunto, até que o trem parou. Eles haviam chegado ao seu destino. Empurrando a cadeira de rodas, Taira levou Asuka até a escola, onde pegaram um elevador, onde era usado em casos especiais, e chegaram ao segundo andar. Era por volta das 6:10h, o céu estava claro, enquanto andavam no corredor, se depararam com Mitani, brincando de jogar papel higiênico molhado nos outros alunos que estavam usando o banheiro.

- Opa, e aí! – Cumprimentou o garoto, jogando o resto do papel higiênico. – Venha me ajudar, Taira!

- Vamos pra sala, seu bobão! – Resmungou Taira, dando um forte cascudo em Mitani, que quase caiu no chão. – Que droga, essa sensação de que me esqueci de alguma coisa...

Quando os três amigos chegaram à sala, uma série de aplausos aconteceu, assustando Taira e Asuka, mas apenas deixando Mitani contente. Praticamente todos os alunos estavam lá, todos haviam visto a reportagem sobre o incêndio em Tsubasa Gashku.
Todos cumprimentaram os três, principalmente Taira e Mitani. O garoto de óculos apenas abria um sorriso convencido, mas o garoto de cabelos castanhos ficava um pouco sem jeito apesar de tudo.

O professor de inglês chegou e a aula começou, para variar, o garoto dos Goggles prestava atenção na
aula, ao invés de ficar a aula toda vendo as nuvens pela janela. A escola havia ganhado um voto de mérito do Ministério da Educação pelo incidente do dia anterior, pela ‘’coragem senso de justiça’’ de Taira e Mitani.

‘’Quem sabe assim o diretor diminui a marcação comigo mesmo eu aprontando todas com o Mitani. ‘’ – Pensou o moreno, sorrindo.

Como sempre aquela sensação de ter esquecido algo batia na sua cabeça, mas ele apenas a ignorava, pensando que fosse apenas sua cabeça lhe pregando peças.

A aula de inglês havia acabado e logo chegou a professora de Artes com uma atividade em dupla, Taira e Mitani juntaram suas cadeiras e ao invés de terminarem a atividade rápido, ficaram conversando sobre jogos online.

Mais aulas se passaram, cada vez mais devagar. O professor de matemática ia terminar a aula de iniciação a álgebra, mas o sinal tocou alto, interrompendo o final de sua aula. A última aula havia acabado, a maioria dos alunos já havia saído da sala. Apenas Asuka, Mitani e Taira ainda estavam na mesma.

A forte vibração dos Digivices de Asuka e Taira os assustaram, não esperavam poder encontrar mais um Digimon um dia seguido do outro. O garoto dos Goggles se perguntava se outros Digimons já haviam aparecido antes de Kai ter conseguido um Digivice.

- Legal, vamos lutar com mais um Digimon! – Exclamou Mitani, tirando Icy de sua mochila e colocando-o em suas costas. – Onde estão Pyro-chan e Luna-chan?

Nesse momento, pareceu que um raio atravessou a cabeça de Asuka e Taira, haviam se esquecido de seus Digimons na estação. Talvez por culpa do Digimon dinossauro, por ter preso seus pés e os de Luna na superfície do trem, mas se sentiram muito culpados.

- Droga, nós os esquecemos na estação! – Gritou Taira, colocando seus Goggles na testa. – Precisamos busca-los antes de tudo!

Os dois usuários olharam para seus Digivices e viram dois pontos laranjas se movimentando rapidamente, um ponto vermelho também se movendo com rapidez, três pontos verdes parados, um ponto azul parado e dois se movendo com rapidez.

Logo veio a cabeça do moreno que os dois pontos laranjas eram Kai e Zero, Icy era o ponto azul parado, pois estava junto de Mitani, o que seria a explicação dos pontos estarem juntos. O que o animou foi a possibilidade de os dois pontos azuis que estavam seguindo os laranjas serem Pyro e Luna.

- Precisamos correr! – Disse o garoto, empurrando a cadeira de rodas de Asuka, e correndo com a mesma até o elevador, junto com Mitani.

- Taira-chan e Asuka-chan se esqueceram de Pyro-chan e Luna-chan? – Peguntou Icy, com sua voz doce como a de um bebê.

- Parece que sim, Icy. – Respondeu Asuka, enquanto a porta do elevador fechava e eles desciam para a saída da escola. – Mas precisamos encontra-los antes que esse Digimon os encontre.

Os três subiram a rua, na esperança de encontrar seus parceiros no caminho. O céu estava ficando cada vez mais escuro, Taira havia perdido o treino do clube de futebol e Mitani o treino do clube de basquete.
Mas não se importavam, naquele momento o mais importante era encontrar Pyro e Luna e lutar contra o Digimon que havia aparecido.

Naquele momento os dois pontos alaranjados haviam se deparado com o ponto vermelho, e provavelmente estavam tendo uma batalha. O garoto dos Goggles esperava que Zero evoluísse e acabasse logo com o monstro que havia aparecido.

O céu já estava negro, chuva caía incessantemente, o moreno trocou sua jaqueta escolar por sua típica camisa vermelha com capuz. Os postes piscavam em uma luz amarela, a sensação de crepúsculo batia na cabeça de todos que viam o céu.

- Taira! – Chamou uma voz, que fez os humanos a reconhecerem. Era a voz de Pyro, que estava no telhado de uma casa. Ele estava junto de Luna, e logo desceu ao encontro dos humanos. – Desculpe, eu me distraí quando fui comprar churros na estação e me esqueci de seguir vocês.

- Não tem problema, isso também é nossa culpa. – Disse Taira, sorrindo gentilmente, mas logo voltou ao seu jeito nervoso normal. – Como assim comprar churros?! Você deve ter assustado várias pessoas!

- Não fique bravo, compramos churros pra vocês também. – Ajuntou Luna, dando churros aos humanos.

- Oba, churros! – Exclamou Mitani, comendo o seu doce.

- Não temos tempo pra isso, Mitani! Precisamos encontrar esse Digimon, e se ele machucar alguma pessoa?

Pyro e Luna disseram que mesmo sem o aviso do Digivice, sentiram uma pressão no peito. Como se estivesse informando-os sobre a presença de um novo Digimon na cidade, algo grande estaria parar acontecer.

Continua...
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 19
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por RukasuStorm em Sex 23 Mar 2012, 8:22 pm

Pronto, tava difícil ler essa semana mas alcancei já.

Acabar em suspense, assim dá ansiedade DX

Gostei do diálogo do Taira e do Pyro no hospital, ele é um problema pra a casa u.u

e LOL, churros -Q

Bem, esperando o quinto.
avatar
RukasuStorm

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 143
Data de inscrição : 15/01/2012
Idade : 24
Localização : Montes Claros, Minas Gerais

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Mickey em Dom 01 Abr 2012, 1:04 am

LOL Churros xD~~

Boa história! Continua muito bem Law... estive ocupado um pouco e acabei demorando vir aqui ler!

Agora, não vou bem falar da sua FIC... mas chamar a sua atenção, há um ponto interessante... e portanto considere uma opinião!
Eu tenho acompanhado bastantes FICs aqui do fórum e tipo... muitas envolvem ou acabem envolvendo o mesmo tema...

Lutas nos arredores da escola ou o grupo de alunos de escolas enfrentando Digimons e ainda estudando...

Desculpe ser chato... mas não seria melhor fugir disso? Sei lá... é uma opinião já que a FIC é nova...

Bom, de qualquer forma parabéns! E até o próximo!

__________________________________________________________________________

avatar
Mickey

Administrador
Administrador

Mensagens : 1322
Data de inscrição : 23/10/2011
Idade : 32
Localização : Goiás

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Exceed

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum