Votação

Qual é seu digiescolhido predileto de Digimon Adventure Zero Two?

26% 26% [ 10 ]
5% 5% [ 2 ]
3% 3% [ 1 ]
24% 24% [ 9 ]
3% 3% [ 1 ]
39% 39% [ 15 ]

Total dos votos : 38

Os membros mais ativos da semana
Lawliet
 

Digimon4EverPT
Geração Digimon Digimon & Pokémon Mystery Universe Digimon4EverPT Digital ZonePowered by BannerFans.comTv Digimon

Novo estudo questiona eficácia de programas antivírus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Novo estudo questiona eficácia de programas antivírus

Mensagem por Marcy em Ter 04 Dez 2012, 12:24 pm

Um estudo realizado pela Universidade de Tel Aviv, em Israel, e solicitado pela companhia de segurança Imperva analisou soluções antivírus e concluiu que os softwares são um desperdício de dinheiro, principalmente porque, no teste, soluções pagas não tiveram resultados melhores que as gratuitas. O estudo é polêmico e foi realizado de uma maneira bastante discutível, mas traz uma mensagem válida: não se pode gastar muito dinheiro em antivírus e esquecer outros aspectos de segurança.

O método do estudo é problemático, porque os pesquisadores enviaram um conjunto de 82 pragas digitais para o site Virus Total. No site, um arquivo é analisado em dezenas de antivírus, e um resultado com a detecção de cada programa é retornado. Os pesquisadores enviaram os mesmos 82 arquivos periodicamente para verificar quanto tempo levava para que cada antivírus detectasse as pragas. Alguns produtos demoraram semanas para detectar certos arquivos.

O primeiro detalhe é que o Virus Total nem sempre apresenta os mesmos resultados de um antivírus completo instalado no sistema. O segundo detalhe é que o número de 82 pragas é muito pequeno no universo das pragas digitais.

De qualquer forma, a Imperva não sugere que os antivírus sejam abandonados, e sim que empresas e indivíduos lembrem-se disso quando forem adquirir produtos antivírus – que às vezes é mais interessante buscar uma solução mais barata ou até gratuita para investir em outras áreas de segurança.

Esta coluna já comentou que antivírus não são perfeitos e que é preciso aprender a identificar algumas formas de risco, nem que seja preciso desinstalar o antivírus para isso. O antivírus é uma ferramenta, um guia. Mas os ataques rápidos e diariamente distribuídos em novas embalagens, hoje comuns, não deixam o antivírus ser uma boa ferramenta de prevenção. Ele é excelente para identificar, depois do problema já ocorrido, que ele ocorreu. E isso é indispensável, especialmente para empresas que têm dezenas, centenas ou milhares de computadores para monitorar.

Empresas ainda podem considerar outras ferramentas mais caras de monitoramento de rede e contratar profissionais que possam identificar anomalias e comportamentos ligados às pragas digitais. Mas elas também não estão em vantagem em relação a quem usa o PC em casa, já que empresas estão mais sujeitas a ataques de Ameaças Avançadas Persistentes (APT, na sigla em inglês), que são feitas especialmente para driblar ferramentas de segurança.

Alguém que prefere buscar um antivírus pago a legalizar a cópia do Windows, por exemplo, está tomando uma decisão errada. Normalmente, ter o Windows pirata faz com que a pessoa tenha medo de atualizar o sistema, já que corre o risco de ser “pego” pela Microsoft e não conseguir mais usar seus aplicativos. O resultado é um Windows desatualizado e inseguro, que o antivírus não tem nenhuma condição de proteger.

Há quem compre um antivírus para proteger seus dados, mas acha muito caro adquirir um disco rígido externo ou pen drive extra para realizar cópias adicionais de seus arquivos principais. Mesmo um computador livre de vírus pode apresentar defeito no disco rígido e os dados serão perdidos; logo, a segurança não foi ideal, mesmo que a proteção contra vírus tenha sido.

Essa é a principal mensagem do estudo da Imperva: antivírus não é o mesmo que segurança, e é preciso investir em segurança com mais cuidado. Gastar centenas, milhares ou milhões de reais em uma suíte antivírus para depois não ter condições de investir em outras ferramentas de segurança não é uma boa ideia.

Para quem tem dinheiro sobrando, tudo bem comprar um antivírus pago e contar com suporte técnico e outras regalias. Quem precisa fazer escolhas não pode mais ter o antivírus como prioridade, especialmente quando, pelo menos no ambiente doméstico, existem várias soluções gratuitas à disposição.

Talvez o maior problema dos antivírus seja as expectativas nada razoáveis que empresas e usuários têm em relação a eles.

Fonte: G1 Tecnologia
Então é isso: antivírus pagos nem sempre são melhores que antivírus gratuitos. Acho incrível como ainda tem gente que só pelo fato de possuir um antivírus já acha que já está protegido, e navega pela internet sem se preocupar aonde está clicando.

De fato, o melhor jeito de proteger seus dados é utilizar um HD externo ou um pendrive, tomar cuidado ao navegar por sites desconhecidos e levar a máquina a uma assistência técnica para fazer um check-up de tempos em tempos.

Porém, pior que pegar vírus, é quando o seu antivírus detecta falso-positivos. Ah, como eu "adoro" isso! O antivírus que eu uso me deixa escolher se quero abrir um aplicativo supostamente infeccionado ou não, mas já usei outros antivírus que praticamente bloqueia o arquivo e não te deixa acessá-lo - em alguns casos até o deleta.
avatar
Marcy

Kazentai
Kazentai

Mensagens : 1030
Data de inscrição : 09/10/2011
Localização : Terra dos Ex-Adm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novo estudo questiona eficácia de programas antivírus

Mensagem por KaiserLeomon em Ter 04 Dez 2012, 12:33 pm

Isso não é novidade para mim Marcy . Como se diz " o sistema seguro de hoje é o sistema violado de amanhã "

__________________________________________________________________________

"Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder."

Friedrich Von Schiller
avatar
KaiserLeomon

Moderador
Moderador

Mensagens : 4390
Data de inscrição : 02/10/2011
Idade : 46
Localização : Guarulhos

http://sansomon.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novo estudo questiona eficácia de programas antivírus

Mensagem por Diego N.L. em Ter 04 Dez 2012, 2:35 pm

Bom, o que costumo recomendar pro pessoal... Para se ter um mínimo de segurança, é importante ter o SO e o antivírus originais (já vi muita gente usando antivírus pago pirateado, SO nem se fala...). Por esses dois serem a base de todo o pc, se for introduzido um código malicioso neles, os arquivos ficam completamente vulneráveis.

Um antivírus pago que tenho usado há quase um ano sem arrependimentos é o Kaspersky Pure. Apesar de alguns recursos não estarem disponíveis para Windows 8, continua sendo a melhor suíte de segurança que já vi. Às vezes ele dá falso-positivo, mas questiona sobre o que deve ser feito com o executável/arquivo. Mas, como dizem... O melhor antivírus é o usuário. Se o cara vai em cada anúncio de "clique aqui e ganhe um iPad", é difícil ter SO ou antivírus que aguente o tranco, hehe.
avatar
Diego N.L.

Younenki II
Younenki II

Mensagens : 71
Data de inscrição : 29/04/2012
Idade : 23
Localização : Santa Maria - RS

http://diegonlopes.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novo estudo questiona eficácia de programas antivírus

Mensagem por spikehunter em Ter 04 Dez 2012, 5:37 pm

Boa dica, eu já ouvi falar desse anti vírus ,então ele é bom mesmo?Bom eu acho que é que nem remédios os próprios caras que projetam os anti vírus devem criar maneiras de derruba-los,certa vez vi pagarem pra ver se algum Hacker conseguia invadir o recem lançado na época O linux e a versão dá época do Windows , Isso talve até pra fazer a gente se sentir sem segurança ou até querer que a gente compre os novos programas, bom tambem é como diz a Marcy e o Kaizer, Não ah na verdade nada seguro hoje que não possa ser violado amanhã!
avatar
spikehunter

Seijukuki
Seijukuki

Mensagens : 845
Data de inscrição : 09/09/2012
Idade : 33
Localização : entre o colidir de galaxias

http://spikehunter/wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novo estudo questiona eficácia de programas antivírus

Mensagem por Mickey em Ter 04 Dez 2012, 6:43 pm

Rsrsrs Façam como eu... NÃO USO ANTIVÍRUS...

É sério... não suporto eles... odeio suas mensagens... odeio abrir programas... pastas... Pendrives... e aparecer aquelas mensagens...

Mas é por segurança Mickey.

EU sei... mas me sinto usando 75% da real capacidade do meu computador quando estou com um.
Quando algo muito trágico acontece ao PC... é só formatar a partição com o Windows... e problema resolvido.
Já estou há uns 06 meses sem formatar... se não me engano...
E a ultima vez só formatei porque meu irmão fez um negocio financeiro com meu HD de um TERA...
Enfim... Eu vivo e muito bem sem antivírus... xD~~

__________________________________________________________________________

avatar
Mickey

Administrador
Administrador

Mensagens : 1322
Data de inscrição : 23/10/2011
Idade : 31
Localização : Goiás

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novo estudo questiona eficácia de programas antivírus

Mensagem por Marcy em Ter 04 Dez 2012, 8:00 pm

Mickey escreveu:Rsrsrs Façam como eu... NÃO USO ANTIVÍRUS...

É sério... não suporto eles... odeio suas mensagens... odeio abrir programas... pastas... Pendrives... e aparecer aquelas mensagens...

Mas é por segurança Mickey.

EU sei... mas me sinto usando 75% da real capacidade do meu computador quando estou com um.
Quando algo muito trágico acontece ao PC... é só formatar a partição com o Windows... e problema resolvido.
Já estou há uns 06 meses sem formatar... se não me engano...
E a ultima vez só formatei porque meu irmão fez um negocio financeiro com meu HD de um TERA...
Enfim... Eu vivo e muito bem sem antivírus... xD~~
Tenho um amigo que pensa a mesma coisa que você, Mickey. Além de ter o cuidado redobrado quando navega na internet, ele usa otimizadores - programas que excluem arquivos desnecessários do sistema com o objetivo de melhorar a capacidade do computador - que, além de deixar a máquina mais potente, ainda consegue rastrear arquivos infeccionados. Diz ele que, além de ter um computador potente, ele ainda o mantém protegido sem precisar de um antivírus.

Mas se formos pensar por esse lado... vejam bem: todos os navegadores possuem um esquema de segurança, e o próprio sistema operacional tem suas funções para evitar que arquivos maliciosos entrem no computador. O antivírus é basicamente um reforço, mas ter um não é necessariamente algo essencial para todo mundo que possui um computador.

Eu, no entanto, prefiro ter um reforço adicional xD além do mais, a configuração do meu computador é boa, quase nem dá para perceber a memória que o meu antivírus está comendo aqui.
avatar
Marcy

Kazentai
Kazentai

Mensagens : 1030
Data de inscrição : 09/10/2011
Localização : Terra dos Ex-Adm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novo estudo questiona eficácia de programas antivírus

Mensagem por youkofoxy em Ter 04 Dez 2012, 9:56 pm

interessante, meu PC mesmo é sem antivírus devido a besteira que andei fazendo.
mas do jeito que eu uso ele, a provabilidade dele ficar infectado é a mesma de um casa cair, afinal só tem programa original nele, não entra nada pirata (a não ser eu) o sistema operacional ta atualizado.. enfim se meu PC pega vírus digo que é melhor todo mundo corre para o alpes pois colinas não vão adiantar.

alias é bem melhor ter a combinação firewall (que preste) antivirus e um grande dose de bom senso para proteger o sistema, alias vocês me lembraram de um coisa importante: backup
um sistema com um bom backup sobrevive a qualquer tranco, é claro que se ele "torra" vai um grana, mas como eu disse um bom backup resolve.
e fala nisso e o grande ponto fraco do meu sistema, não tenho backup de nada.

fica a dica: mais importante é o backup bem feito, agora como fazer é outra historia.
avatar
youkofoxy

Seijukuki
Seijukuki

Mensagens : 505
Data de inscrição : 17/11/2011
Idade : 23
Localização : a não ser que você queira me ver, irrelevante

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novo estudo questiona eficácia de programas antivírus

Mensagem por Diego N.L. em Qua 05 Dez 2012, 10:11 pm

spikehunter escreveu:Boa dica, eu já ouvi falar desse anti vírus ,então ele é bom mesmo?

Bom, exceto pelo fato de algumas funcionalidades não pegarem no Windows 8, eu diria que não tenho reclamações. Nem dá pra considerar um simples antivírus, é uma suíte de segurança completa (antivírus + firewall bidirecional + proteção em tempo real na internet + criptografia de dados confidenciais + controle dos pais + etc). O preço também não é caro... Uma licença isolada custa 130 reais, mas 3 custam 180. Juntei mais dois amigos e compramos o pack com 3, saiu por 60 reais para cada e dura um ano. Se comprar 3 anos, sai ainda melhor o custo x benefício. Acho válido, considerando que é a empresa que descobriu e barrou o vírus dos testes nucleares do Irã, hehe.

Sobre não usar antivírus... Salvo se a pessoa tiver com computador bem antigo, eu não recomendaria isso. A principal função de um antivírus é tirar as pragas depois que já infectaram o sistema - ou seja, furaram firewall e defesas do navegador. Como efeito de comparação... É a mesma coisa que a pessoa abrir uma boate e deixar várias câmeras filmando, mas nenhum segurança. Uma vez que bandidos entrem, as câmeras não têm como tirá-los de lá, certo? No caso, é possível fazer outra comparação: quem vigiaria melhor sua boate, um segurança pago ou um que está trabalhando sem receber salário? Por isso vejo vantagens em pagar um antivírus bom, leve, barato e não ter preocupações com vírus por anos.

Se a pessoa não tem nada de realmente vital no pc, até pode considerar a possibilidade de se arriscar assim, mas eu pelo menos não arriscaria perder todos ou parte de meus arquivos no caso de uma infecção generalizada.
avatar
Diego N.L.

Younenki II
Younenki II

Mensagens : 71
Data de inscrição : 29/04/2012
Idade : 23
Localização : Santa Maria - RS

http://diegonlopes.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novo estudo questiona eficácia de programas antivírus

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum