Votação

Qual é seu digiescolhido predileto de Digimon Adventure Zero Two?

26% 26% [ 10 ]
5% 5% [ 2 ]
3% 3% [ 1 ]
24% 24% [ 9 ]
3% 3% [ 1 ]
39% 39% [ 15 ]

Total dos votos : 38

Os membros mais ativos da semana

Digimon4EverPT
Geração Digimon Digimon & Pokémon Mystery Universe Digimon4EverPT Digital ZonePowered by BannerFans.comTv Digimon

Digimon Network

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Ter 03 Out 2017, 10:57 am

Nome da Fanfic: Digimon Network
Nome do(s) Autor(es): Lawliet
Gênero Principal : Ação, Aventura, Comédia, Drama, Romance.
Em que foi foi baseada: Eu me inspirei em alguns elementos das quatro primeiras temporadas, no Digimon World (o primeiro) e nos jogos do Ryo Akiyama de Wonderswan.
Recomendação Etária: Sei lá, cara
Uma pequena Sinopse da História: Kaoru, Hiroshi e Erika são três amigos que estão prestes a entrar nas férias de verão. Em uma fuga de uma briga, eles recebem uma mensagem perguntando se querem escapar de um destino terrível. Eles aceitam e são transportados para o Digital World, onde Jijimon os apresenta a seus Digimons e diz que precisam que eles recuperem os moradores de File City para que a cidade volte a ser como era antes de um misterioso vírus ter deixado os Digimons fora de controle. Mas isso é apenas a ponta do iceberg...

Sumário:
Capítulo 01 — Como tudo começou!
Capítulo 02 — Viagem ao Digital World!
Capítulo 03 — O Resgate Dinâmico! Nasce Gryzmon!
Capítulo 4 — O Conflito na Floresta! Surge Hanumon!


Última edição por Lawliet em Ter 21 Nov 2017, 4:34 pm, editado 4 vez(es)
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por KaiserLeomon em Ter 03 Out 2017, 4:06 pm

Fico extremamente feliz com o fato de você estar postando aqui também na Digimon Forever sua fanfic Lawliet . Este site estava tremendamente triste sem mais ninguém para contar historias e escrever fanfics com sagas cativantes que nós fazem mau poder aguardar para ver o próximo capitulo . Realmente é com alegria que nós recebemos aqui sua fanfic . Espero poder vê-la ser contada do começo ao fim . Seja muito bem vindo com sua historia . Eu a acompanharei com certeza =) .

__________________________________________________________________________

"Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder."

Friedrich Von Schiller
avatar
KaiserLeomon

Moderador
Moderador

Mensagens : 4390
Data de inscrição : 02/10/2011
Idade : 46
Localização : Guarulhos

http://sansomon.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Ter 03 Out 2017, 6:22 pm

Começando a fic com um título super clichê pra um primeiro capítulo, mas não consegui pensar em nada melhor xD
Espero que acompanhem e comentem conforme os capítulos forem sendo postados. Eu pretendo postar um ou dois capítulos por semana. Creio que a fic vai ter uns 30-50 capítulos... Então pra vcs não se perderem vou botar o link de cada cap no sumário.
Com vocês... Digimon Network!


Capítulo 01  — Como tudo começou!
30 julho, 6:30h

Era bela manhã de verão. Não havia nem mesmo uma núvem no céu azul claro. A maioria das crianças estavam andando nas ruas com chapéus amarelos indo para a pré escola enquanto os estudantes do ensino médio iam de bike ou por outro meio de transporte no distrito de Odaiba.  

Dentre eles, um garoto andava de skate com seu uniforme preto de marinheiro do ensino médio. O casaco estava com os botões abertos e por dentro estava vestindo uma camiseta branca com uma vaquinha e algum nome de uma banda em cima. Ele tinha cabelos castanhos escuros e olhos da mesma cor e parecia estar muito animado.  

- E aí, Kaoru! Tudo certo pra maratona de videogame hoje a noite? — Perguntou um garoto dando um mata leão em Kaoru, quase o derrubando do skate. Ele tinha olhos pretos e cabelos esverdeados.  

- Porra, que susto! — Exclamou Kaoru, contra atacando com uma cotovelada na costela de seu amigo. — Tudo sim, Hiroshi. Meus pais viajaram e só voltam na semana que vem. A gente não vai nem dormir! Hehe!

- Massa! Vou trazer o jogo que comprei ontem! — Disse Hiroshi, mostrando um rpg japonês com uma capa belíssima.  

- Caraca! Eu pensei que tinha esgotado!  

- O meu primo me devia um favor. Ontem eu fiz ele ficar a manhã toda na fila pra comprar pra mim. Ainda nem tirei do plástico!  

Os dois eram os ''esquisitos'' da sala. Eram amigos desde o ensino fundamental, Hiroshi chegou numa fase difícil para Kaoru, que sofria com a exclusão por parte de seus colegas, quando a sala viu que os dois eram amigos, começaram uma série de chacotas por muitos anos, e os dois se defendendo sempre. Com o tempo, formaram uma bela amizade, e o grupo dos excluídos começou a se formar mais e mais graças as panelinhas que tem em todas as escolas.  

Chegando na escola, que apesar de ser pública, era grande e bem cuidada, com a grama aparada. Só um defeito ou outro, como pichações de gangues escolares e gangues rivais tentando sobrepor as pichações anteriores em alguns muros da escola.  

Os dois encontraram Erika no pátio lendo um livro. Outra amiga de longa data. Ela era alta para uma garota japonesa (tinha a altura dos dois), tinha cabelos rosas e olhos castanhos esverdeados. Ela era uma das garotas mas bonitas da sala, e apesar disso nunca entrou pro grupo das patricinhas da escola, apesar de ter sido convidada diversas vezes, ela pertencia ao grupo dos preguiçosos e esquisitos.  

- Poxa, eu tava esperando muito por hoje. — Suspirou Erika. — Hoje é o último dia de aula antes das férias de verão e eu queria passar com vocês.

- Own, que fofa. — Disse Hiroshi, apertando a bochecha da garota, que não pareceu gostar muito. — Tenta convencer a sua mãe. A gente vai pedir pizza.

- Acho que a parte da pizza ela vai deixar. Hehe! —  Disse Erika, sorrindo. — E aquele jogo? Cê conseguiu mesmo?

- Consegui! E essa aqui é uma das capas autografadas! Vai valer muita grana no futuro! — Disse Hiroshi, com os olhinhos brilhando, enquanto tirava o jogo da mochila pra mostrar.  

- Opa, tu é o bichão mesmo, hein? — Os três viram Eiji pegar o jogo da mão de Hiroshi, enquanto passava com mais dois amigos igualmente fortes. — Valeu, eu tava mesmo querendo esse jogo.  

Eiji era um garoto detestável. Desde a chegada de Hiroshi na escola ele implicava com ele e Kaoru principalmente, dentre os outros garotos desajeitados. Era o clássico babaca esportista que pensa que é melhor que todos os outros só por sua condição financeira superior e porte físico melhor. Ele tinha cabelos que já foram pretos pintados de loiro e raspados dos lados e atrás.  

- Ei, me devolve isso! — Gritou Hiroshi, avançando pra pegar o jogo, mas Eiji esticou o braço e meteu a mão na cara do garoto pra segurá-lo.  

- Calminha! É só brincadeira, amigão. — Disse Eiji, sorrindo. — Se você quer tanto, por que não vai pegar?  

Nisso, Eiji jogou o jogo numa cesta de lixo a alguns metros dali e saiu rindo com seus amigos.  

- Essa foi de 3 pontos!

- Ah, não! — Gritou Hiroshi, muito chateado correndo até a cesta de lixo. — Ainda bem que não tirei do plástico... Que filho da puta...!

- Argh!! Como eu odeio esse cara! — Bradou Kaoru, vermelho de raiva. — A gente já passou três anos aguentando esse cara! Essa merda vai acabar hoje!

- Tô dentro. — Disse Erika, também com muita raiva.  

Os três resolveram planejar alguma coisa para se vingar durante a aula. Enquanto andavam nos corredores, indo para a sala, Kaoru só conseguia pensar no que havia acontecido a poucos minutos. O que mais lhe frustrava é que não tinha feito nada para ajudar seu amigo.  

''A gente já aguentou merdas demais...! Essa foi a gota d'água!'' — Pensou Kaworu.  

Chegando na sala, os três sentaram no fundão, como sempre. Enquanto conversavam com outros colegas sobre jogos e animes, Kaworu bolava um plano pra humilhar Eiji na frente de todo mundo. Não demorou muito tempo e já veio com uma ideia não tão genial assim, mas que valeria a pena tentar.  

Uma das salas tinha uma cadeira que não tinha fundo, ou seja, se alguém sentasse no banquinho, o mesmo iria ceder e a pessoa iria cair e ficar presa nos ferros que seguram a cadeira.  

Ele correu até essa sala e trocou a cadeira de Eiji com a cadeira defeituosa, enquanto Eiji estava no pátio fazendo mais vítimas e se mostrando para seus amigos igualmente babacas. Kaoru voltou pro seu assento com um sorriso maldoso.  

- Você é mau. — Disse Erika, piscando. — Gostei.  

- Eu sei. — Disse Kaoru um pouco corado, mas tentando disfarçar.  

Quando o sinal tocou, os alunos que faltavam chegaram e todos se sentaram em seus respectivos lugares, menos Eiji, que não havia chegado ainda, por algum motivo.  

A primeira aula era de literatura. O professor estava lendo passagens e fazendo os alunos dissertarem sobre o livro e o que acharam. A maioria estava respondendo, mas na verdade todos só queriam que o dia acabasse logo pra aproveitarem suas férias. A galera do fundão estava jogando dominó, baralho, entre outros jogos que dá pra disfarçar durante a aula.  

Depois de 20 minutos, Eiji chegou, se desculpando com o professor pelo tamanho atraso, que não parecia nada contente com a sua chegada. Eiji estava com o cabelo bagunçado e marcas de batom no pescoço.  

Quando foi se sentar, o resultado foi ainda melhor que o esperado. Não só o ''banquinho'' da cadeira cedeu, como quando ele caiu pra dentro dos ferros a calça dele se arregaçou, mostrando seu cofrinho pro resto da sala, que gargalhou da sua situação.  

Eiji rapidamente se levantou e botou as calças no lugar e olhou ao redor pra saber quem foi o responsável. Mas não conseguiu identificar, todos estavam rindo igualmente.  

Eiji trocou de assento, enquanto a aula continuou normalmente. As próximas aulas foram passando lentamente. Parecia que o dia estava passando mais devagar. Todos estavam ansiosos para o fim das aulas.  

A última aula era de educação física. Todos estavam no ginásio fazendo exercícios enquanto o professor abusava de seu poder para fazer algumas garotas subirem cordas enquanto olhava por baixo de suas saias, entre outras coisas anti éticas.  

- Putz, essa é a pior aula! — Disse Kaoru, enquanto carregava pneus pesados de um lado pro outro.  

- Nem me fala. —  Disse Hiroshi, arfando enquanto se esforçava pra fazer abdominais.  

- Agora é a hora do basquete, pessoal! — Gritou o professor, chamando a atenção de todos. —  Vocês tem que fazer uma cesta, valendo a nota do segundo bimestre! Boa sorte.  

Todos os alunos então, fizeram fila única pra fazer uma cesta. Eiji começou e acertou de longe, garantindo um 10. Conforme os alunos foram passando, muitos errando e muitos acertando por pura sorte, Kaoru percebeu algo que não lhe agradou nem um pouco.  

- Ei, você devia sair comigo qualquer dia desses e largar de mão aqueles seus amigos esquisitos. — Disse Eiji, segurando no braço de Erika, com um olhar intimidador. — Não aceito não como resposta.  

- Ei, sai fora! — Disse Erika, irritada.  

Kaoru ficou com muita raiva e quando viu que era a sua vez pegou a bola de basquete e jogou na cara de Eiji com toda a força, que caiu no chão, soltando Erika.  

- Fica dela, Eiji. Deixa a Erika em paz. — Disse Kaoru, com uma veia saltando na testa.  

- Cê pirou, Kaoru?! Eu vou arrebentar a tua -- — Ameaçou Eiji, mas foi interrompido.  

- Eiji, já pro chuveiro! É uma ordem! —  Disse o professor de educação física, mantendo uma distância entre os dois, mas Eiji era muito mais forte que aquele professor gordinho.  

- Mas ele --

- É uma ordem, Eiji!

- A saída é daqui uma hora. — Eiji ameaçou, enquanto ele e Kaoru se encaravam.  

- Não brinca! Aprendeu a contar? — Kaoru provocou.  

Eiji saiu do ginásio pra tomar uma ducha no chuveiro.  

- Caraca! Isso foi demais! — Disse Hiroshi, fazendo um toca-aqui com o amigo.  

- Isso foi muito idiota, isso sim. — Disse Erika, emburrada por ter colocado o amigo nessa situação.  

- Como assim? Eu te salvei daquele otário! — Disse Kaoru, sorrindo.  

- Parece que quando quer, sabe arremessar, sr Takaishi... — Disse o professor, colocando um 10 na nota de Kaworu.  

A aula continuou normalmente, quem já havia feito a ''prova'' estava livre pra fazer o que quiser. Os três amigos resolveram ir buscar suas coisas na sala de aula pra ir embora. Já era meio dia.  

- Você não tá pensando em brigar depois da aula, né? — Perguntou Erika, preocupada.  

- É claro que eu vou! Ele tá me esperando de qualquer jeito... — Disse Kaoru. — Agora não tem saída.  

- Desculpe por ter botado você nessa situação. Eu sei que só quis ajudar. — Disse Erika botando o braço ao redor dele.  

- Fica de boa. Eu fiz porque você é minha amiga. — Disse Kaoru, sorrindo e corando um pouco. Por dentro estava super nervoso.  

- Bora na sala de informática procurar por técnicas de defesa pessoal. — Sugeriu Hiroshi, também preocupado pelo amigo. — Cê já brigou alguma vez na vida?  

- Hã... Não. — Kaoru respondeu, com um sorriso nervoso. —  Vamos lá!

Os três amigos então foram até a sala de informática, que ficava no segundo andar. Não havia ninguém ali. Nem mesmo o professor de informática. A porta estava estranhamente aberta e as luzes estavam apagadas. Porém havia um computador ligado, próximo a janela. Os PCs eram um pouco antigos, ainda usavam Windows XP, o mais ''atualizado'' usava o Windows 7.  

Kaoru e Hiroshi passaram as mãos nas paredes, procurando por um interruptor, mas não encontraram, então seguiram para o PC que estava ligado e sentaram ali.  

- Bom... Aqui diz que quando o cara é muito maior e mais forte que você, você pode apelar pra santíssima trindade: Olhos, garganta e bolas. — Disse Hiroshi, lendo um artigo de defesa pessoal.  

- Ah, peraí. Eu sou menor que ele mas não sou covarde. — Disse Kaoru.  

- Procura uns golpes do Bruce Lee. — Erika sugeriu.  

- Ih... Tarde demais. —  Disse Hiroshi, abrindo um pouco a janela. Eiji estava lá fora olhando pra eles com muita raiva. — A aula acabou!

- Tá se escondendo, seu viadinho? — Gritou Eiji, junto com seus amigos, jogando pedrinhas pra acertar a janela, quebrando o vidro. — Eu vou aí quebrar a tua cara!

- Ih, fodeu! — Disse Kaoru, rindo de nervoso.  

- O que a gente faz? — Perguntou Erika. — Eu vou ajudar, eu que te meti nessa!  

- Relaxa. Eu vou dar um jeito. — Disse Kaoru.  

De repente uma mensagem chegou no computador. O estranho é que Hiroshi não estava logado no seu email nem nada. A mensagem dizia:  

''Você quer escapar desse destino terrível? ★ ''
SIM // NÃO  

- O que é isso? O computador tá falando com a gente? — Exclamou Hiroshi. — Deve ser SPAM.  

- Cara, isso é muito estranho. — Disse Kaworu, suando frio.  

Hiroshi tentou fechar a janela que apareceu, mas não conseguia, só poderia fechá-la depois de escolher uma das opções.  

Os três botaram cadeiras pra segurar a porta, que não tinha tranca, e ficaram pensando no que fazer.  

- Abre essa merda, Takaishi! Senão, vai ser pior! — Ouviram a voz de Eiji enquanto batiam na porta.  

- Aceita! Aceita isso! — Disse Kaoru, transparecendo o seu nervosismo.  

- Cara, isso não faz sentido! — Disse Hiroshi.  

- O que a gente tem a perder? — Perguntou Erika, sorrindo nervosa.  

Hiroshi clicou em SIM e os valentões arrombaram a porta da informática, mas não havia mais ninguém lá. A sala estava vazia, mas o computador continuava ligado.  

- Cadê aquelas bichinhas? — Perguntou Eiji, nervoso. — Devem ter pulado pela janela!

Porém conforme foram se aproximando da janela, os outros computadores ligaram, iluminando um a sala um pouco. Uma sombra começou a se formar do lado da janela quebrada.  

- AAAHHH! Um urso! — Gritou Eiji.  

Os três estavam em um vortex verde claro, cheio de códigos binários ao redor deles. A impressão que tinham é que estavam eternamente caindo. Até que o portal se abriu e os três amigos caíram um em cima do outro em um chão duro, desmaiando com a queda.  

- Eles chegaram, Jii-chan! — Disse uma criatura que se assemelhava a um ursinho de boné e luvas de luta.  

- Ótimo. Bom trabalho espantando aqueles garotos malas, Bearmon. — Disse Jijimon, sorrindo debaixo daquela barba enorme que cobria seu rosto.  

- Jijimon, pegue os Digisouls deles. Não vamos conseguir vencer o Ogremon e aquela gangue de Goburimons sem isso. — Disse outra criaturinha.  

- Eles anunciaram que vão saquear File City essa tarde. — Disse um terceiro monstrinho.  

- Muita calma, Kotemon e Monmon. — Respondeu Jijimon. — Vamos deixá-los repousando por enquanto. Essa viagem deve ter sido difícil. Não é todo dia que humanos são transportados para o Digital World.  

To Be Continued...
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por KaiserLeomon em Qua 04 Out 2017, 7:04 am

Gostei do primeiro capitulo de sua fanfic Lawliet realmente foi divertido . Achei interessante você fazer garotos japoneses com maneirismos e vocabulario de crianças reais da mesma idade deu um ar mais descontraido a historia . Gostei de Hiroshi , Kaoro e Erika os três parecem ser os tipicos amigos unidos que surgem em turmas de excluidos nas escolas . Foi hilaria a situação constrangedora que o valentão do Eiji viveu mas que acabou colocando os três amigos numa enrascada já que ele quis pega-los depois da aula . E a mensagem no computador surgindo para salva-los foi legal assim como Bearmon aparecendo para dar um susto nos valentões . Agora resta saber como ficara essa historia com o confronto com Ogremon e os Goblimons e quem deverão ser os parceiros de cada um dos garotos . Bom começo Lawliet aguardo por mais .

__________________________________________________________________________

"Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder."

Friedrich Von Schiller
avatar
KaiserLeomon

Moderador
Moderador

Mensagens : 4390
Data de inscrição : 02/10/2011
Idade : 46
Localização : Guarulhos

http://sansomon.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Qua 04 Out 2017, 11:46 am

KaiserLeomon escreveu:Gostei do primeiro capitulo de sua fanfic Lawliet realmente foi divertido . Achei interessante você fazer garotos japoneses com maneirismos e vocabulario de crianças reais da mesma idade deu um ar mais descontraido a historia . Gostei de Hiroshi , Kaoro e Erika os três parecem ser os tipicos amigos unidos que surgem em turmas de excluidos nas escolas . Foi hilaria a situação constrangedora que o valentão do Eiji viveu mas que acabou colocando os três amigos numa enrascada já que ele quis pega-los depois da aula . E a mensagem no computador surgindo para salva-los foi legal assim como Bearmon aparecendo para dar um susto nos valentões . Agora resta saber como ficara essa historia com o confronto com Ogremon e os Goblimons e quem deverão ser os parceiros de cada um dos garotos . Bom começo Lawliet aguardo por mais .
Obrigado pelo feedback, Kaiser! Em breve postarei o capítulo 2, provavelmente na semana que vem. Fique no aguardo!
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por KaiserLeomon em Qua 04 Out 2017, 4:01 pm

Ficarei com toda certeza eu já estava sentindo uma falta imensa de publicarem aqui fanfics com historias legais que me façam sentir feliz ao ler . Espero poder acompanhar toda a fanfic . Sucesso para você e um abraço .

__________________________________________________________________________

"Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder."

Friedrich Von Schiller
avatar
KaiserLeomon

Moderador
Moderador

Mensagens : 4390
Data de inscrição : 02/10/2011
Idade : 46
Localização : Guarulhos

http://sansomon.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Seg 16 Out 2017, 6:44 pm



Capítulo 02 — Viagem ao Digital World!

Os três acordaram em uma cabana num lugar que nunca haviam visto antes.  

- Ei, Kaoru! — Ouviu uma voz. Sua visão ainda estava fraca. Os três caíram um em cima do outro e desmaiaram antes de acordarem minutos depois.  

- Alguém me chamou...? — Perguntou o garoto, se levantando devagar com dor da queda.  

- Olha pra baixo!  

Havia um ursinho preto com olhos azuis e usando um boné de baseball escrito ''bears'' na parte de trás. Ele usava munhequeiras roxas e um cinto da mesma cor.  

- Uau! Um urso falante! — Exclamou Erika.  

- Eu não sou um urso falante! Quer dizer, pode ser que eu seja. Mas eu não sou do seu mundo... Como eu posso explicar. — Balbuciou o ursinho preto.  

- Ele é um Digimon. Um monstro digital! — Os três ouviram uma voz atrás deles.  

- Ahhh! Que susto! — Gritou Hiroshi.  

- Ah, foi mal. Eu não sou muito bom com entradas. Eu sou Jijimon. E estes são Bearmon, Monmon e Kotemon. — Disse Jijimon com mais dois monstrinhos ao seu lado. — Vocês estão no Digital World.  

- Digital World? Estamos na Internet? — Perguntou Kaoru.  

- Somos seres feitos de dados de computadores, mas não. O nosso mundo é um reflexo do seu, criado quando o primeiro computador foi construído. Mas não somos monstros maus. Os monstros maus estão lá fora. — Disse Kotemon se aproximando e soltando sua espada de madeira no chão.  

- Sobre aquela mensagem que apareceu no seu computador... Fui eu que mandei. Vocês aceitaram e eu abri um portal pra vocês serem transportados para o nosso mundo. — Disse Jijimon.

- Eu estive esperando por você, Kaoru! — Disse Bearmon sorrindo.  

- Como você sabe o meu nome?  

- Estivemos observando vocês a algum tempo. Chamamos porque precisamos da ajuda de vocês. — Disse Jijimon. — Vocês são os meus ''eleitos''.  

- Por que precisam de nós? — Perguntou Kaworu.  — Por que nós?

- Digamos que é intuição minha... — Disse Jijimon, esboçando um sorriso, que não poderia ser visto debaixo daquela barba gigantesca. — Chequem os seus bolsos.  




Os três amigos botaram as mãos nos bolsos e encontraram um estranho aparelho azul claro com uma telinha cinza. O aparelho parecia estar entalhado símbolos estranhos. Eram bem diferentes do kanji com que estavam acostumados.  

- São Digivices. — Disse Jijimon. — Servem pra canalizar a energia que vocês humanos produzem para fortalecer os seus parceiros Digimons. De agora em diante, vocês seis vão ser parceiros. — Disse Jijimon. — Eu sei que isso parece muito rápido e mal explicado, mas eu vou resumir o máximo que eu puder: A nossa cidade, File City já foi uma grande metrópole, porém algo aconteceu e deixou os Digimons que moravam aqui fora de controle. Hoje em dia vivem poucos Digimons aqui, que são diariamente abusados e assaltados pelos Digimons que ficaram insanos. Bearmon, Kotemon e Monmon estão comigo a alguns anos, e eu percebi que eles são os únicos que não conseguem evoluir sozinhos. Vocês humanos possuem algo que pode servir de gatilho para evoluir os Digimons: o Digisoul.  

- Prazer em conhecê-la, Erika. — Disse Kotemon, fazendo uma saudação de cavalheiro.  

- Você é muito fofo! — Exclamou Erika, puxando rapidamente Kotemon e o abraçando.  

- É muito bom finalmente conhecer você. — Disse Bearmon sorrindo muito feliz e fazendo um joinha. — Eu dei um susto naquele Eiji antes de voltar pra cá!  

- Sério?! Hahahahahahaha!! — Riu Kaoru, e os dois fizeram um aperto de mão. — Eu quero ajudar vocês. Podem contar comigo!

- E aí, cara! — Disse Monmon, pulando no ombro de Hiroshi.  

- Woah! Cara, isso tudo é muito novo pra mim... — Disse Hiroshi, feliz mas nervoso. — Ei, o nosso cabelo combina!

- Eu não queria atrapalhar a diversão, mas tem uma gangue de Digimons lá fora destruindo nossa cidade... — Suspirou Jijimon.  

- Ah! É mesmo! — Exclamou Bearmon.  

Os três foram para fora da casa de Jijimon. File City parecia uma cidade de filmes pós apocalípticos. Não havia sequer um morador num raio de 20 metros. Jijimon estava vivendo isolado com os três Digimons. Mais pra frente haviam vários Digimons fugindo de outros monstros digitais verdes e feios. Eram os Goburimons. Haviam três deles aí.  

- Goburi Strike! — Bradaram os Goburimons, cuspindo uma bola de fogo, que acertou a casa de uma Motimon, queimando-a. — Nós dissemos que se não entregassem seu dinheiro e comida iriamos tocar fogo na cidade! Agora sofram as consequências!

- Eu não tinha nenhum dinheiro! Minha casa...! — Disse a Motimon chorando.  

- Karate Fist! — Bradou Bearmon, acertando um soco no peito de um dos Goburimons, que foi arremessado para longe com o impacto.  

Kaoru e Hiroshi chegaram com baldes d'água para apagar o fogo da casa da Motimon, que logo foi apagada, felizmente o fogo não destruiu a casa, logo os dois foram apagando o fogo das casas ao redor que os Goburimons acertavam com suas bolas de fogo.  

- Desgraçado! Como se atreve...! — Resmungou o Goburimon que foi acertado pelo Bearmon. — Eu já disse pra você não se meter comigo, Bearmon!  

- Ah, cala a boca! Karate Fist! — Bradou Bearmon novamente, acertando em cheio o Goburimon, que foi arremessado pra junto dos outros Goburimons.  

- Thunder Kote! — Gritou Kotemon, acertando os Goburimons com sua espada carregada por eletricidade.  

- Banana Slip! — Exclamou Monmon, atirando uma casca de banana com seu estilingue, fazendo um dos Goburimons tropeçar e derrubar os outros.  

- Isso foi mais fácil do que eu pensei! — Disse Bearmon.  

- Vocês vão pagar! Ogremon-sama vai ficar sabendo disso! — Gritaram os Goburimons, fugindo de File City.  

- Caiam fora, seus OTÁRIOS! — Respondeu Monmon, enquanto atirava cascas de bananas neles.  

- Bom trabalho, crianças. — Disse Jijimon, se referindo aos Digimons.  

- Eu sinto que fiquei mais forte só por estar próximo a Erika-san. — Disse  Kotemon, corando por dentro da máscara. — Obrigado, Erika-san.  

- Haha! Eu não fiz nada. — Disse Erika, sorrindo envergonhada.  

- Mas sério, eu realmente me sinto mais forte agora que você está aqui, Kaoru. — Disse Bearmon, pulando em cima do garoto pra um abraço de urso. — Vamos ser amigos pra sempre!

- Eu... Não... Consigo... Respirar...! — Disse Kaoru, arfando.  

Todos riram e passaram a tarde reconstruindo a casa dos moradores que haviam sido queimadas, tudo isso com a ajuda de seus parceiros Digimons. Uma família de Motimons fez um lanche para eles com castanhas quentes á um molho que nunca tinham visto antes.  

- Hmmm... É melhor que pizza! — Disse Kaoru.  

- O que é pizza? — Perguntou Bearmon.  

- Você vai saber quando chegarmos em casa.  

- Casa?  

- Ué, nós não vamos voltar pra casa? — Perguntou Kaoru, com um frio na espinha.

- Não se preocupem, vocês podem voltar pro mundo de vocês quando quiserem. Com o Digivice podem ir e voltar apontando para a tela do computador. — Disse Jijimon, se aproximando para comer umas castanhas.  

- Ah, que bom! Porque eu tenho família e tal... Eles iam ficar preocupados se eu sumisse. — Disse Hiroshi, suspirando aliviado. — Nós podemos levar nossos Digimons pro nosso mundo?  

- Sim, mas não pode passar de 24h, se não... — Disse Jijimon.  

- Se não o quê? — Perguntou Erika.  

- Se não eles morrem. — Respondeu Jijimon.  

Todos na mesa se calaram assustados, tanto os humanos quanto os Digimons que estavam ali presentes.  

- Hahahahahaha! Era só uma piada. — Disse Jijimon, rindo bastante. — Mas sério, só fiquem por lá por 24 horas. File City precisa de vocês. Precisamos que nos ajudem a reconstruir nossa cidade e trazer os Digimons que moravam aqui de volta.  

- Putz, que susto! — Disse Kaoru, que quase se engasgou com uma castanha. — Mas pode deixar! Nós vamos restabelecer a cidade!

Bearmon ficou com os olhinhos azuis brilhando de felicidade.  

Terminando a refeição, eles foram de volta para a casa de Jijimon, onde o mesmo sentou-se no chão na frente de um computador igual os que estavam na sala de informática.  

- Uau, eu nem tinha percebido que aqui tem um computador! — Exclamou Erika.  

- Como eu disse, o Digital World é um reflexo do mundo de vocês... Temos algumas similaridades... — Disse Jijimon abrindo o Prompt de Comando e e escrevendo uma série de códigos.  

Havia uma bola de cristal ligada a um cabo USB no PC. Jijimon escrevia um código com coordenadas do mundo real e esse lugar aparecia na bola de cristal, onde ele poderia ver o que quisesse. Jijimon certamente era um Digimon misterioso.  

- Pronto. Vou mandar vocês de volta pra escola. — Disse Jijimon. — Apontem seus Digivices pro monitor e digam ''Digital Gate, Open''!  

- Digital Gate, Open! — Disseram os três amigos, apontando seus Digivices para o monitor.  

Uma luz forte veio do monitor, envolvendo os três amigos e seus Digimons. Em menos de um segundo, eles sumiram.  

- Oh, me sinto tão sozinho... — Resmungou Jijimon, procurando alguma revista para se distrair.  

~~ X ~~  

Os seis voltaram para a sala de informática. Já era umas 18h da tarde, estava ficando escuro. A sala estava bem diferente, parecia que alguém havia mexido para procurar algo. Provavelmente Eiji veio com os seguranças da escola pra avisar que havia um urso ali, mas claramente ninguém encontrou nada. Provavelmente Eiji achava que Bearmon tinha comido Kaoru, Hiroshi e Erika.  

- Precisamos dar um jeito de esconder vocês. — Disse Kaoru.  

- Vamos botar eles dentro das nossas mochilas. Se dissermos que ganhamos eles naquelas máquinas de fliperama as pessoas não vão estranhar. — Disse Erika, esvaziando sua mochila e levantando Kotemon pra ver se encaixava. Só a cabeça ficou de fora.  

- Boa ideia. — Disse Hiroshi, fazendo o mesmo.  

No fim, os três estavam com seus Digimons em suas mochilas e seus livros e cadernos nas mãos.  

- Nossa, minha mãe me ligou trinta vezes! — Disse Erika assustada olhando o celular. — Tô ferrada...

No caminho pra casa, todos se explicaram para seus pais, inventando alguma desculpa qualquer para chegar em casa tão tarde. No final a mãe de Erika deixou ela ir pra casa de Kaoru para comerem uma pizza. E naquela noite Hiroshi, Kaoru, Bearmon e Monmon maratonaram o jogo novo de Hiroshi.  

To Be Continued...


Última edição por Lawliet em Qua 18 Out 2017, 1:40 am, editado 1 vez(es)
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por KaiserLeomon em Ter 17 Out 2017, 5:52 am

Legal ver você postar aqui na Digimon Forever o segundo capitulo da sua fanfic Lawliet ! Fico realmente muito feliz em ver você submeter sua historia aqui também pois eu realmente sinto uma falta imensa de autores postando fanfics neste fórum . Ainda estou no aguardo do capitulo três que você tinha prometido para ainda na semana passada porem eu compreendo o fato de que nem sempre as coisas acontecem do jeito que esperavamos e que deve ter acontecido algo que não lhe permitiu postar um novo capitulo da historia . Novamente comentando sobre o capitulo foi muito legal como iniciação da sua série ver Kaoru , Hiroshi e Erika conhecendo seus parceiros Digimon .

Tipico comecinho de videogame de Digimon World . Os três Escolhidos recebem um Parceiro Digimon e agora precisam formar um laço intimo de união , amizade , respeito , confiança mutua com este para que ele possa evoluir para suas formas maiores e mais poderosas e com isso ficar mais poderoso para derrotar os inimigos que vão surgindo no decorrer da aventura e ao mesmo tempo os três Escolhidos e seus Digimon precisam investigar e descobrir um modo de solucionar o misterio sobre a infecção que deixou os habitantes de File City descontrolados e conseguir cura-los e traze-los de volta para a cidade e para as funções que eles ocupavam antes de ficarem fora de controle e salvarem tanto o Digital World quanto o Mundo Humano . Nada poderia ser mais classico numa aventura de Digimon .

Sobre a reação dos três humanos até que eu achei legal e dentro daquilo que é esperado numa serie de Digimon a maneira como cada um dos três fez logo amizade com seus respectivos parceiros Digimon . Eu particularmente gostei mais de Bearmon com seu jeito alegre e Kotemon com seu ar de cavalheiro Monmon por enquanto não mostrou muito de sua personalidade . Lawliet eu posso lhe pedir uma coisa ? Por favor não invente nomes traduzidos para os ataques dos Digimon nem lhes de ataques que eles não possuem originalmente . Eu fazia isso nas minhas fanfics e elas ficaram umas belas dumas drogas por que eu fazia isso . Procure por favor usar os nomes dos ataques que os Digimon realmente possuem esta ok ?

Agora estou muito curioso para ver quais deverão ser as primeiras missões dos Escolhidos no Digital World . Uma sugestão é que você siga o enredo dos games de Digimon World e faça exatamente o mesmo que os Escolhidos dos games fazem . Explore areas dentro do Digital World para localizar adversarios , aliados , iniciar Quests , conseguir itens e dinheiro do mundo Digital , treinar seu Digimon em arenas de treinamento ( fazendo-o aguentar socos na Barriga para ganhar força e vigor , treinar seus ataques contra alvos e tomar banho gelado numa cachoeira igual um artista marcial para aumentar sua resistencia e vitalidade além de participar de duelos em arenas para subir de nível e evoluir e conseguir trazer de volta os habitantes descontrolados de File City .

Resumindo é um prazer e uma honra imensas poder ter a sua fanfic aqui na Digimon Forever eu sinceramente espero que você possa escrever sua historia do começo , meio ao fim e que vejamos muita aventura , ação , misterio , envolvendo os Escolhidos e seus Digimon e que eles possam completar sua missão e salvar os dois mundos . Estou absolutamente encantado com sua historia e espero poder acompanha-la por muito tempo . E espero que você termine esta fanfic pois é tremendamente triste um escritor iniciar uma historia e não conclui-la . Sei disso por esperiência própria . Enfim sucesso e que venha logo o terceiro capitulo ^^ .

__________________________________________________________________________

"Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder."

Friedrich Von Schiller
avatar
KaiserLeomon

Moderador
Moderador

Mensagens : 4390
Data de inscrição : 02/10/2011
Idade : 46
Localização : Guarulhos

http://sansomon.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Ter 17 Out 2017, 2:22 pm

KaiserLeomon escreveu:Legal ver você postar aqui na Digimon Forever o segundo capitulo da sua fanfic Lawliet ! Fico realmente muito feliz em ver você submeter sua historia aqui também pois eu realmente sinto uma falta imensa de autores postando fanfics neste fórum . Ainda estou no aguardo do capitulo três que você tinha prometido para ainda na semana passada porem eu compreendo o fato de que nem sempre as coisas acontecem do jeito que esperavamos e que deve ter acontecido algo que não lhe permitiu postar um novo capitulo da historia . Novamente comentando sobre o capitulo foi muito legal como iniciação da sua série ver Kaoru , Hiroshi e Erika conhecendo seus parceiros Digimon .

Tipico comecinho de videogame de Digimon World . Os três Escolhidos recebem um Parceiro Digimon e agora precisam formar um laço intimo de união , amizade , respeito , confiança mutua com este para que ele possa evoluir para suas formas maiores e mais poderosas e com isso ficar mais poderoso para derrotar os inimigos que vão surgindo no decorrer da aventura e ao mesmo tempo os três Escolhidos e seus Digimon precisam investigar e descobrir um modo de solucionar o misterio sobre a infecção que deixou os habitantes de File City descontrolados e conseguir cura-los e traze-los de volta para a cidade e para as funções que eles ocupavam antes de ficarem fora de controle e salvarem tanto o Digital World quanto o Mundo Humano . Nada poderia ser mais classico numa aventura de Digimon .

Sobre a reação dos três humanos até que eu achei legal e dentro daquilo que é esperado numa serie de Digimon a maneira como cada um dos três fez logo amizade com seus respectivos parceiros Digimon . Eu particularmente gostei mais de Bearmon com seu jeito alegre e Kotemon com seu ar de cavalheiro Monmon por enquanto não mostrou muito de sua personalidade . Lawliet eu posso lhe pedir uma coisa ? Por favor não invente nomes traduzidos para os ataques dos Digimon nem lhes de ataques que eles não possuem originalmente . Eu fazia isso nas minhas fanfics e elas ficaram umas belas dumas drogas por que eu fazia isso . Procure por favor usar os nomes dos ataques que os Digimon realmente possuem esta ok ?

Agora estou muito curioso para ver quais deverão ser as primeiras missões dos Escolhidos no Digital World . Uma sugestão é que você siga o enredo dos games de Digimon World e faça exatamente o mesmo que os Escolhidos dos games fazem . Explore areas dentro do Digital World para localizar adversarios , aliados , iniciar Quests , conseguir itens e dinheiro do mundo Digital , treinar seu Digimon em arenas de treinamento ( fazendo-o aguentar socos na Barriga para ganhar força e vigor , treinar seus ataques contra alvos e tomar banho gelado numa cachoeira igual um artista marcial para aumentar sua resistencia e vitalidade além de participar de duelos em arenas para subir de nível e evoluir e conseguir trazer de volta os habitantes descontrolados de File City .  

Resumindo é um prazer e uma honra imensas poder ter a sua fanfic aqui na Digimon Forever eu sinceramente espero que você possa escrever sua historia do começo , meio ao fim e que vejamos muita aventura , ação , misterio , envolvendo os Escolhidos e seus Digimon e que eles possam completar sua missão e salvar os dois mundos . Estou absolutamente encantado com sua historia e espero poder acompanha-la por muito tempo . E espero que você termine esta fanfic pois é tremendamente triste um escritor iniciar uma historia e não conclui-la . Sei disso por esperiência própria . Enfim sucesso e que venha logo o terceiro capitulo ^^ .

Obrigado por comentar aqui também, Kaiser! ^^ Fico muito feliz. Você é quem mantém a Digimon Forever viva. E enquanto pelo menos duas pessoas postarem, o fórum estará vivo e possivelmente mais pessoas chegarão. Eu sinto que conseguimos dar uma animada na Digital Zone, que tava um tanto quanto parada e sinto que conseguiremos o mesmo aqui. Pretendo continuar essa fic até o fim, pode deixar!

Sobre os ataques, eu tenho a mesma opinião. Pode deixar que não vou inventar nenhum ataque novo.

Sobre o roteiro, eu pretendo me BASEAR no Digimon World, porém tô tirando de inspiração alguns aspectos de todas as temporadas de Digimon. Isso, eu disse todas. Então, com a mistura de influências e inspirações acho que a fic vai se tornar bem original e nostálgica com o tempo. Espero que curtam.

Mas no geral vou seguir bastante os conceitos do jogo, e dos jogos de wondeswan também. Mas é isso. Obrigado por comentar!
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por KaiserLeomon em Ter 17 Out 2017, 3:23 pm

Quer dizer : Aparecerão Digimon evoluidos a partir de Digimentals , haverão Jogress Shinka entre Diferentes Digimon assim como Matrix Evolutions / Biomerge Evolutions , além de evoluções utilizando os Digiespiritos dos 10 Guerreiros Lendarios além de Digisoul fazendo os Digimon atingirem o Burst Mode e DigiXros ? Legal isso pois dara um ar de imensa diversidade a fanfic Very Happy !

Eu também espero honestamente que nós consigamos animar um pouco a Digimon Forever . É triste ver um site que já foi tão movimentado e cheio de criatividade e de ideias fluindo morrendo aos poucos assim . Enquanto eu puder continuarei vindo aqui todos os dias e quando possivel postando algo novo . Enfim desejo-lhe muita sorte com seu projeto e que você possa ir com ele até o fim . Um Abraço .

__________________________________________________________________________

"Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder."

Friedrich Von Schiller
avatar
KaiserLeomon

Moderador
Moderador

Mensagens : 4390
Data de inscrição : 02/10/2011
Idade : 46
Localização : Guarulhos

http://sansomon.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Qua 18 Out 2017, 1:36 am

Capítulo 03 — O Resgate Dinâmico! Nasce Gryzmon!


Já estava de manhã, por volta das 10:30h. Kaoru e Hiroshi acordaram na sala, cada um em um sofá. Bearmon estava deitado na parte de cima do sofá onde Daichi estava deitado e Monmon estava deitado na cesta de frutas, com várias cascas de banana por perto, ele havia comido todas.  

Eles passaram a madrugada toda jogando o jogo que Hiroshi havia comprado e haviam chegado no final, mas não conseguiram passar do último chefe. Monmon ficou fascinado com as frutas da Terra, e acabou comendo bananas até cair no sono. Bearmon ficou fascinado por um jogo de luta que Kaoru possuía e ficou insistindo pra jogar até todos desistirem de enfrentar o último chefe pra se divertirem naquele jogo casual.  

- Bom dia... — Disse Kaoru bocejando enquanto fazia um carinho em Bearmon pra acordá-lo. — Hoje é nosso primeiro dia de férias... O que vamos fazer?

- Devemos voltar para o Digital World. — Disse Bearmon. — Temos que fazer File City voltar a ser como antes!

- É verdade! — Disse Monmon, se levantando na cesta de frutas. — Não podemos perder tempo!

- Tá, mas deixa a gente pelo menos tomar um café primeiro. — Disse Hiroshi, se levantando pra fazer um café na cozinha.  

- Boa ideia. — Disse Monmon.  

Kaoru fez vários sanduíches em um grill enquanto Hiroshi fazia café. Os quatro comeram rapidamente e foram tomar banho, que também não demorou. Depois de 15 minutos os dois estavam prontos para ir ao Digital World.  

- Vamos ligar pra Erika. — Disse Kaoru, pegando o celular pra ligar para a amiga. — Vamo avisar que estamos indo.  

O celular tocou, tocou e nada de Erika atender. Quando pensou que ela atenderia, ouviu um barulho muito alto de interferência.  

- Vish, será que ela já foi? — Kaoru se perguntou.  

- Vai ver ela tava ansiosa pra ajudar a restabelecer a cidade. — Disse Hiroshi.  

- Vocês deviam seguir o exemplo dela! — Disse Monmon, pulando no ombro de Hiroshi e dando um cascudo nele. — Vamos logo!

Os quatro subiram as escadas e entraram no quarto de Kaoru, ligaram o computador e apontaram seus Digivices para o monitor.  

- Digital Gate, Open! — Disseram os garotos, em uníssono.  

Um código em uma tela preta apareceu no computador e os quatro foram sugados por uma luz forte. Dessa vez eles conseguiam enxergar os dados ao redor do vórtex que os envolviam. Vários zeros e uns os  cercavam no espiral místico que passavam flutando.  

Quando chegaram, não caíram na casa de Jijimon e sim do lado de fora da casa, a alguns métros dali, próximo as casas que ajudaram a reconstruir no dia anterior.  

- Que estranho... — Disse Bearmon, se levantando. — O portal era pra abrir dentro da casa do Jijimon-chan.  

- Será que é porque entramos pelo computador da minha casa e não do computador da sala de informática? — Perguntou Kaoru tirando a poeira da bermuda verde que estava usando.  

- Provavelmente. — Respondeu Bearmon. — Vamos perguntar pro Jijimon-chan!

Os quatro andaram até a casa de Jijimon, que estava lendo uma revista feminina sentado num sofá enquanto tomava um café.  

- Oh! Vocês chegaram! — Disse Jijimon, quase derrubando o café em seu calção florido. — Eu já estava ficando preocupado.  

- Jii-chan, por que você tá lendo essa revista feminina? — Perguntou Bearmon, apontando pra revista na mão do Digimon velho.  

- Ora! Estou estudando a mente feminina! Preciso reconquistar a minha amada Babamon, que me deixou pra sair viajando pelo mundo...! — Disse Jijimon, com tristeza na última frase. — Preciso descobrir como as mulheres pensam pra que eu possa entrar na mente dela e fazer ela perceber o que perdeu enquanto estava viajando.  

- Ah, boa ideia! — Disse Bearmon, fazendo um joinha. — Eu nem lembro mais do rosto da Baa-chan, faz tanto tempo desde que ela foi embora...

- Eu não fico um dia sem pensar nela. As vezes precisamos fazer um esforço muito grande por quem amamos. — Disse Jijimon, se levantando e guardando a revista. — Mas enfim, cadê a Erika e o Kotemon?  

- Não sabemos. — Hiroshi respondeu. — Não sabemos se eles estão no mundo real ou no digital.

-  Vou ver no meu computador. — Disse Jijimon, indo para o outro lado da sala e sentando em frente ao PC.  

O Digimon idoso digitou alguns códigos e logo duas luzes vermelhas apareceram em um quadrado mostrado na tela preta do computador e outra luz vermelha um pouco distante, mais ao sul.  

- Erika e Kotemon não estão em File City e sim na Native Forest! — Exclamou Jijimon, apontando para o ponto vermelho no sul. — Ora, mas eu pensava que independente de qual computador vocês acessassem, o portal iria abrir aqui na minha casa. Talvez eu tenha errado em alguma coisa na programação. Vou tentar consertar o programa. Enquanto isso, tragam Erika e Kotemon em segurança!  

- OK! — Disseram todos.  

Kaoru, Bearmon, Hiroshi e Monmon saíram da casa de Jijimon e correram até o sul da cidade. No meio do caminho Monmon ficou com dor de barriga e precisou descarregar num banheiro público no caminho pra Native Florest.  

File City, que um dia foi uma grande metrópole, hoje era apenas uma ruína. Antes de adentrarem na Native Florest, correram por uma superfície que parecia um chip de computador. E realmente era. Jijimon não estava brincando quando falou que o Digital World era um reflexo do mundo real, o que não sabiam é era um reflexo bem abistrato. Havia um plug pra tomada gigante no meio do chão. Kaoru e Hiroshi se perguntavam quais outras coisas esquisitas iriam encontrar nessa jornada pra reconstruir FIle City além do plug, do chão de chips e do banheiro a céu aberto.  

- Nós já estamos andando a bastante tempo. — Disse Monmon. — Será que ela está muito distante?

A dúvida de Monmon foi respondida com um grito muito alto de Erika, que fez até alguns Digimons voadores saírem voando de susto.  

Os garotos e seus parceiros Digimons correram em direção aos gritos e logo encontraram Erika e Kotemon feridos, encostados em uma árvore.  

- Erika! O que aconteceu?! — Gritou Kaoru, se abaixando e pegando no braço da amiga.  

- Eu abri o Digital Gate no computador da minha casa, só que parei longe de File City...! —Disse Erika, com o braço sangrando bastante. Kotemon também estava bastante surrado. — Então fomos atacados por esse Digimon selvagem...

A alguns metros dali havia um Digimon bem grande, com cerca de três metros de altura. Era um grande dinossauro laranja com um capacete marrom com três chifres no mesmo.  



- É o Greymon! — Exclamou Monmon. — Ele costumava morar em File City!  

- Ele está descontrolado! — Disse Kotemon, se levantando fincando a espada no chão. — Cuidado!
Kotemon se jogou na frente dos amigos, saltando com sua espada de madeira em chamas.  

- Hot Blade!  

- Tail Crash!

Greymon girou seu corpo, usando sua cauda como arma, acertando Kotemon no estômago e lançando-o contra árvore que estava Erika.  

- Kotemon! Eu pego você! — Gritou Erika, esticando os braços para segurar o amigo.  

- Argh! Você vai ver! — Bearmon gritou, avançando em direção ao Greymon. — Karate Punch!  

- Swing Swing! — Bradou Monmon, correndo em direção ao inimigo girando os braços.  

Bearmon deu um salto e acertou o Greymon com um suco muito forte, que o fez ir para trás. Monmon chegou atacando também, mas o Greymon girou sua cauda novamente, jogando os dois Digimons para longe.  

- Por que você está atacando a gente?! — Perguntou Erika, enquanto tentava parar seu sangramento com folhas.  

- É o que Jijimon disse ontem. Algo está deixando os Digimons fora de controle. — Disse Hiroshi.  

- Bearmon, cuidado! — Gritou Kaoru.  

- Nova Flame! — Gritou Greymon, cuspindo uma grande bola de fogo em direção a Bearmon.  

Porém, antes que as chamas antingissem o Digimon urso, Kotemon se jogou contra as chamas, absorvendo todo o ataque sozinho, e então caiu, com parte da sua armadura queimada, com dados saindo de seu corpo, como se estivesse prestes a se apagar.  

- Kotemon!!! — Gritou Bearmon, correndo ao encontro do amigo e colocando sua cabeça em seu colo. — Por que você fez isso??

- Amigos... Tem que proteger o amigos, Bearmon... — Disse Kotemon, muito fraco. — Não se preocupe, eu vou ficar bem... Ugh!

Os olhos brilhantes de Kotemon então se fecharam, e seu corpo parecia uma armadura vazia depois disso, com dados saindo de seu corpo.  

- Kotemon!!! — Gritou Bearmon, chorando.  

- Droga! Eu não pude protegê-lo! — Chorou Erika, passando a mão na máscara de seu parceiro Digimon. — Por que eu sou tão fraca?

Todos estavam muito tristes com o que havia acontecido com Kotemon. Bearmon estava chorando muito com o que acontecera com seu amigo, o que fez com que os três amigos chorassem também. Monmon, que ainda estava lutando com Greymon, lutava com os olhos cheios de lágrimas.  

- Eu não acredito... — Disse Bearmon deixando Kotemon no colo de Erika e se levantando. — Eu sabia que seria difícil... Mas não sabia que poderia perder um amigo!  

Kaoru então se lembrou do que Jijimon disse mais cedo.

''As vezes precisamos fazer um esforço muito grande por quem amamos!''

- Bearmon... Quero que saiba que vamos dar um jeito nisso tudo! — Disse Kaoru, limpando as lágrimas. — Vai ficar tudo bem!  

- Kaoru...  

- Bearmon!

Kaoru estendeu a mão para seu parceiro Digimon, que segurou com sua pata de urso. Os dois se olharam confiantes.  
De repente, uma luz forte saiu do bolso de Kaoru. Era o Digivice.  



- Que estranho...! Eu sinto uma força muito grande dentro de mim! — Disse Bearmon.  

O Digivice reagiu ao contato dos dois e Kaoru percebeu que estava com uma energia da cor do Digivice saindo de sua mão. O Digivice apontou para Bearmon e o mesmo começou a mudar de forma.  

- BEARMON SHINKA... GRYZMON! — Gritou Bearmon.



Bearmon havia crescido bastante. Agora era um Gryzmon. Suas munhequeiras haviam se tornado armaduras para suas garras, que haviam crescido drásticamente. Em sua testa havia uma pelagem que se diferenciava do resto, que era um azul arroxeado, parecia uma lua crescente. Gryzmon era quase do tamanho de Greymon, e maior que todos os amigos e parceiros Digimon.  

- Uau, você mudou, Bearmon! Digo, Gryzmon! — Disse Kaoru, impressionado.  

- Agora você vai ver, Greymon! Bodystrike Reversal! — Bradou Gryzmon, dando um salto.  

Gryzmon saltou sobre Greymon, acertando-o com suas garras frontais, derrubando-lhe e causando muita dor. Monmon se afastou para que os dois Digimons no nível Adult pudessem se enfrentar.  

- Eu vou empalar você! — Gritou Greymon, com os olhos vermelhos. — Great Antler!

Greymon correu em direção a Gryzmon abaixando sua cabeça com a intenção de atravessar o corpo de Gryzmon com os chifres de seu cabacete de ferro, que não se moveu. No momento que todos pensavam que Greymon iria acertar Gryzmon, eis que o urso lutador se levantou no último segundo e segurou os chifres com entre suas garras, ficando frente a frente com Greymon. Olho no olho.  

- Ei, o que é aquela coisa preta no Greymon? — Perguntou Monmon. — Parece uma tornolezeira!

- Ei, é mesmo, Monmon!— Disse Hiroshi. — Kaoru, aquilo pode ser o que está deixando o Greymon descontrolado!  

- Gryzmon! Destrua aquilo! — Gritou Kaoru, segurando seu Digivice com força.  

- Crescent Dawn! — Bradou Gryzmon, e a lua crescente em sua testa brilhou.  

O símbolo da lua crescente na testa de Gryzmon brilhou, lançando um feixe de energia cinza na tornozeleira preta enquanto segurava o chifre de Greymon com as duas garras, destruindo a tornozeleira. Greymon deu um rugido e começou a ser envolto por uma luz amarela, e começou a regredir de tamanho até voltar a ser um Agumon.  

- Ele regrediu de fase! — Disse Monmon.  

- Huh? O que aconteceu? — Disse Agumon, se levantando. — Por que eu fiz aquelas coisas?

- Eu lembro de você. — Disse Gryzmon, também voltando a forma de Bearmon. — Você era o dono do banco de File City.  

- É mesmo! Eu sinto muito, pessoal! — Disse Agumon, colocando as duas patas sobre a cabeça e fechando os olhos. — Eu tenho algo pra me redimir!  

Agumon então correu para a árvore ao lado de Erika e cavou até encontrar um grande chip vermelho.  

- Achei! — Exclamou Agumon, oferecendo o chip vermelho. — É um chip de recuperação! Faça Kotemon ingeri-lo e ele vai se recuperar!

Erika colocou o chip entre as frestas da máscara de Kotemon e o fez comer. De repente, sua armadura se recompôs e ele se levantou, se sentindo melhor.  

- Kotemon! — Disse Erika, abraçando seu Digimon. Monmon e os garotos seguiram para um abraço em grupo.  
Bearmon se aproximou timidamente, e Kotemon o puxou para um abraço.  

- Eu sinto muito, pessoal! Eu não tinha noção do que eu estava fazendo! — Disse Agumon, se desculpando.  

- Tudo bem, Agumon. — Disse Bearmon. — Você estava sendo controlado por aquela tornozeleira. Deve ser isso que está deixando os outros Digimons em estado selvagem!

- Pra dizer a verdade... Eu lembro de ter sido perseguido por engrenagens escuras. Eu acho que ela se adaptou no meu tornozelo. — Disse Agumon, pensativo. — Ei, o que estamos fazendo aqui? Eu tenho um banco pra cuidar em File City!

Os três amigos e seus Digimons, agora acompanhados de Agumon, decidiram voltar para File City. E assim começou a jornada dos digiescolhidos para reestabelecer File City e descobrir sobre os mistérios das engrenagens negras.  

To Be Continued...
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por KaiserLeomon em Qua 18 Out 2017, 7:27 am

Oi Lawliet legal que você tenha postado mais um novo capitulo da sua fanfic . Kkkkk rachei de rir com a descrição da cena do Kaoru e do Hiroshi mais Monmon e Bearmon acordando de manhã todos desconjuntados por terem ido dormir tarde .

Adorei o Bearmon ele por algum motivo me parece ser o Digimon mais simpatico do grupo . Achei muito legal ele fascinado com videogame e não querendo desgrudar dele até vencer o chefe final . Sempre achei que Bearmon tinha mesmo a personalidade de um menino alegre e cheio de vida desses que é impossivel não simpatizar .

Jijimon velho tarado . Mestre Kame do Digital World . Lendo uma revista porno bem na cara dos meninos . Isso é exemplo que se de de como um mentor deve agir ? Ainda bem que Babamon foi embora . Eu imagino os dois brigando que nem cão e gato.

Achei interessante você ter utilizado o " insidente " do Bearmon ter feito coco em publico e ter tido que parar para se aliviar num Banheiro Publico de File City mas se me permite dizer você poderia fazer a cena parecer mais engraçada e constrangedora para os Escolhidos .

E eis que surge o primeiro inimigo um Greymon descontrolado . Adorei o fato de que você usou um elemento classico de Digimon 02 no caso as engrenagens negras que se prendem nos Digimon . Pergunta : Quem as criou ?

E quanto a Ogremon ? Nos games de Digimon World após você lutar com ele Ogremon acaba se redimindo e se torna o Xerife de File City . Isso também vai acontecer na fanfic ?

Enfim interessante o capitulo aguardo mais Lawliet ! Um abraço !

__________________________________________________________________________

"Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder."

Friedrich Von Schiller
avatar
KaiserLeomon

Moderador
Moderador

Mensagens : 4390
Data de inscrição : 02/10/2011
Idade : 46
Localização : Guarulhos

http://sansomon.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Qua 18 Out 2017, 3:40 pm

KaiserLeomon escreveu:Oi Lawliet legal que você tenha postado mais um novo capitulo da sua fanfic . Kkkkk rachei de rir com a descrição da cena do Kaoru e do Hiroshi mais Monmon e Bearmon acordando de manhã todos desconjuntados por terem ido dormir tarde .

Adorei o Bearmon ele por algum motivo me parece ser o Digimon mais simpatico do grupo . Achei muito legal ele fascinado com videogame e não querendo desgrudar dele até vencer o chefe final . Sempre achei que Bearmon tinha mesmo a personalidade de um menino alegre e cheio de vida desses que é impossivel não simpatizar .

Jijimon velho tarado . Mestre Kame do Digital World . Lendo uma revista porno bem na cara dos meninos . Isso é exemplo que se de de como um mentor deve agir ? Ainda bem que Babamon foi embora . Eu imagino os dois brigando que nem cão e gato.

Achei interessante você ter utilizado o " insidente " do Bearmon ter feito coco em publico e ter tido que parar para se aliviar num Banheiro Publico de File City mas se me permite dizer você poderia fazer a cena parecer mais engraçada e constrangedora para os Escolhidos .

E eis que surge o primeiro inimigo um Greymon descontrolado . Adorei o fato de que você usou um elemento classico de Digimon 02 no caso as engrenagens negras que se prendem nos Digimon . Pergunta : Quem as criou ?

E quanto a Ogremon ? Nos games de Digimon World após você lutar com ele Ogremon acaba se redimindo e se torna o Xerife de File City . Isso também vai acontecer na fanfic ?

Enfim interessante o capitulo aguardo mais Lawliet ! Um abraço !

Eae Kaiser! kkkkk eu tbm me diverti escrevendo a cena do começo
Eu realmente devia ter trabalhado melhor a cena da descarregada do Monmon, devia ter feito ela constrangedora para os humanos. Talvez em breve eu edite o cap 3 com essa cena melhorada, eu lembro de ter feito ela meio as pressas já que tinha atrasado o capítulo.

Na verdade o Jijimon não estava lendo revista pornô kkkk eu nem tinha pensado nisso, mas é uma boa ideia. Jijimon estava lendo uma CARAS da vida.

Eu também gosto muito do Bearmon, foi o que consegui desenvolver com menos dificuldade, apesar de nunca ter feito uma fic com um Bearmon.

Não posso responder a pergunta sobre quem criou as engrenagens. Você vai ter que esperar os próximos capítulos pra descobrir! ^^

Ah! E sobre o Ogremon. Eu pretendo fazê-lo aparecer nos próximos capítulos. Vc quer muitas respostas antes da hora kkkkk não posso responder ainda pq ainda n pensei nisso
Um abraço!
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por KaiserLeomon em Qua 18 Out 2017, 4:25 pm

Lawliet escreveu:Eae Kaiser! kkkkk eu tbm me diverti escrevendo a cena do começo
Eu realmente devia ter trabalhado melhor a cena da descarregada do Monmon, devia ter feito ela constrangedora para os humanos. Talvez em breve eu edite o cap 3 com essa cena melhorada, eu lembro de ter feito ela meio as pressas já que tinha atrasado o capítulo.

Na verdade o Jijimon não estava lendo revista pornô kkkk eu nem tinha pensado nisso, mas é uma boa ideia. Jijimon estava lendo uma CARAS da vida.

Eu também gosto muito do Bearmon, foi o que consegui desenvolver com menos dificuldade, apesar de nunca ter feito uma fic com um Bearmon.

Não posso responder a pergunta sobre quem criou as engrenagens. Você vai ter que esperar os próximos capítulos pra descobrir! ^^

Ah! E sobre o Ogremon. Eu pretendo fazê-lo aparecer nos próximos capítulos. Vc quer muitas respostas antes da hora kkkkk não posso responder ainda pq ainda n pensei nisso
Um abraço!

Tudo bem Lawliet não se preocupe que eu compreendo que certos detalhes mais minuciosos não é assim tão facil de colocar e que eventualmente uma coisa ou outra escapam porem não se preocupe com isso

Ah ! Foi mau ! Pensei que Jijimon estava lendo uma revista porno ... falha feia minha mas também não pode me culpar tem tantas fanfics cujos " Mestres " dos Escolhidos são uns pervertidos , degenerados que eu pensei que Jijimon era esse tipo de " Mestre " . Sorte que não é .

Ok quanto as engrenagens negras eu vou esperar para descobrir quem seria o inventor delas .

E ok também sobre Ogremon esperarei para ver qual rumo você dara para ele se a destruição final ou a redenção se bem que eu adoraria poder ver Titamon na fanfic .

Aguardarei pelo próximo episódio . Um Abraço .

__________________________________________________________________________

"Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder."

Friedrich Von Schiller
avatar
KaiserLeomon

Moderador
Moderador

Mensagens : 4390
Data de inscrição : 02/10/2011
Idade : 46
Localização : Guarulhos

http://sansomon.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Ter 21 Nov 2017, 4:32 pm

Capítulo 04 – O Conflito na Floresta! Surge Hanumon!

- Eu lembro de estar passeando pela Native Florest, quando de repente uma engrenagem preta apareceu flutuando e me perseguiu até grudar na minha perna. Depois disso eu lembro de sentir muito ódio até perder minha consciência. Eu estava agindo totalmente de forma animalesca. – Até vocês destruirem a engrenagem eu não lembrava de nada... Eu era uma máquina de matar.

- Está tudo bem agora, Agumon. – Disse Jijimon, suspirando. – O que importa é você voltou ao normal. Provavelmente os Digimons que você absorveu pra evoluir pra Greymon devem ter renascido ou virado fantasmas.

Todos ficaram calados. Jijimon realmente não sabia como dizer as coisas de um jeito suave.

- Por quê isso não me deixa aliviado? – Kaoru riu nervoso.

- Hahahaha! Que nada! Eles com certeza renasceram, Agumon! Pode ficar tranquilo! – Disse Bearmon, dando um tapinha nas costas do Agumon.

- Bem... Acho que eu tenho muito trabalho a fazer, certo? – Disse Agumon, forçando-se a se animar. – Eu vou reconstruir o meu banco e ajudar a fazer File City voltar a ser o que era!

- Esse é o espírito! – Bearmon o encorajou.

Agumon saiu da casa de Jijimon e foi para o terreno ao lado para começar a reconstruir sua casa. Estava tentando manter sua mente ocupada para não se culpar da morte dos Digimons que ele atacou para evoluir para Greymon.

- Já tá ficando tarde. – Disse Hiroshi, olhando pela janela. – Eu acho que a gente devia ficar aqui enquanto o Kotemon descansa. Seus pais devem estar preocupados, Erika.

- É verdade. Mas eu não queria deixar Kotemon sozinho. Quer dizer, queria estar aqui com ele. – Disse Erika, com um olhar triste. Seu braço estava com o corte quase sumindo graças a uma poção que Jijimon fez. – Mas provavelmente minha mãe deve ter me ligado várias vezes e eu não atendi, porque os celulares não funcionam aqui dentro.

- Pois é. Eu tentei mandar uma mensagem pros meus pais mais cedo, mas não deu em nada. Eles devem estar pensando que eu e o Kaoru ainda estamos jogando sem parar. – Disse Hiroshi, rindo levemente.

Kotemon estava dormindo em uma cama d’água muito machucado da batalha. Os garotos iriam se certificar de que ele ficaria bem até Erika voltar no dia seguinte. Já estava anoitecendo.

- Então acho que já vou indo. Tchau, Kotemon. – Erika se despediu, dando um beijinho no elmo do Digimon espadachim, que ficou vermelho mesmo dormindo. – Tchau, pessoal. Nos vemos amanhã.

Erika apontou seu Digivice para o computador de Jijimon e proferiu as palavras ‘’Digital Gate! Open!’’, seguidamente sendo envolvida por um feixe de luz e sumindo da casa de Jijimon.

- Se vocês ficarem com fome, tem um livro de receitas na segunda gaveta na cozinha e os materiais na geladeira e na dispensa. – Disse Jijimon, se levantando. – Tá na hora do velho dormir. Boa noite, crianças.

- Boa noite, Jii-chan! – Bearmon e Monmon se despediram.

- Boa noite, rapazes. – Disse Jijimon.

- Boa noite, Jijimon! – Disseram os garotos, em uníssono.

Jijimon, então, andou até seu quarto, o que não lhe rendeu menos que 6 passos para chegar lá, visto que sua casa era minúscula. A sala e a cozinha eram no mesmo cômodo, sem contar com a mesinha onde Jijimon ficava programando em seu computador conectado á bola de cristal.

Os cinco ficaram em silêncio por alguns segundos ao redor do Kotemon.

- Hm... Ele não parece estar melhorando muito. – Disse Monmon. – O que podemos fazer?

- Sei lá, talvez a gente só deva respeitar o tempo dele pro organismo dele se recuperar. – Disse Hiroshi.

- Organismo?
- Ah, esqueci que vocês são feitos de dados.

- Ei, vocês lembram daquele chip que o Agumon cavou mais cedo? – Perguntou Kaoru. – E se a gente conseguisse mais um? Afinal, o Kotemon só não foi apagado porque ele ingeriu o chip.

- Aquilo era um chip de recuperação. – Disse Bearmon, pensando. – Ei, o Jijimon disse que podemos usar o livro de receitas dele! Deve ter algo lá que ajude o Kotemon a se recuperar mais rápido!

- Boa ideia, Bearmon! – Kaoru elogiou, sorrindo.

Todos se levantaram e foram até a cozinha, e não andaram mais do que Jijimon para ir para o quarto. Hiroshi abriu o livro e os cinco procuraram por várias receitas que pudessem fazer com que a saúde de Kotemon melhorasse mais rapidamente, passaram vários minutos procurando página por página até que finalmente encontraram.

- Achei! Missoshiro de Digibytes! – Exclamou Monmon, arrancando uma página. – Com essa sopa, Kotemon vai ficar melhor!

- Missoshiro de Digibytes: Meio repolho fatiado, meia cebola picada, meio litro de água, duas colheres de sopa de missô escura, meio tofu e 1 Chip. – Leu Hiroshi, pegando a folha que Monmon havia arrancado. – Devemos colocar o chip no microondas...? Tipo pipoca? E o que são Digibytes?

- São pequenos bolinhos salgados que os chips viram quando são esquentados, tipo aquele que o Agumon escondeu debaixo da terra. – Respondeu Bearmon, coçando a cabeça. – O Agumon tinha o chip bruto, e isso que ajudou o Kotemon a não morrer, mas do jeito que essa imagem tá, só pode ser o Digibyte na forma de bolinho salgado mesmo. Temos que botar o chip no microondas pra ele se esquentar e gerar esses bolinhos.

- Então onde podemos conseguir? – Perguntou Hiroshi.

- Talvez Agumon saiba! Afinal, ele lembrava onde havia enterrado o chip.  – Disse Monmon, enquanto comia uma banana.

Os quatro saíram da casa e deixaram Kotemon dormindo. Kaoru cobriu o Digimon espadachim antes de deixar a casa. Agumon estava passando cimento em muitos tijolos, para começar a erguer a estrutura de onde já foi o banco de File City e um dos maiores da ilha arquivo.

Agumon estava trabalhando duro. Sua intenção era de montar o banco até o meio dia e para isso não iria descansar. Talvez só queria distrair sua cabecinha das coisas ruins que havia feito quando estava sendo controlado pela engrenagem preta.

- Ei, Agumon! – Monmon chamou. – Onde você arranjou aquele chip que você deu pro Kotemon melhorar?

- Ah, eu tinha roubado de uma Togemon que estava atacando todos que se aproximavam de sua plantação na Native Florest. – Respondeu Agumon. – Ela me perseguiu até eu conseguir despistá-la mais ou menos onde encontrei Kotemon e a Erika um dia depois. Enterrei o chip para comê-lo mais tarde.

- Espera, ela planta chips?! – Perguntou Kaoru, rindo de nervoso.

- Ué, no seu mundo vocês plantam o quê? – Perguntou Bearmon.

- Sei lá, Bearmon. Tipo, vegetais.

- Eca, eu odeio vegetais!
- Quem não odeia?

- Será que se a gente explicar que é pro nosso amigo, ela vai entender? – Perguntou Bearmon.

- Acho que não. O Agumon disse que ela ataca qualquer um que se aproximar da fazenda dela. – Respondeu Hiroshi.

- Ah, não custa nada irmos lá! Afinal, perto de onde ela planta os chips devem ter muitos outros. – Disse Kaoru.

- É, vamos lá! – Disse Monmon.

Os dois humanos e seus parceiros Digimons então, partiram em direção a Native Florest, onde encontraram vários Digimons dormindo, alguns no chão, debaixo de árvores, outros se enterravam e só deixavam os olhos de fora, outros em galhos de árvores e outros perto do rio. Kaoru e Hiroshi perceberam que o fluxo do tempo se passava mais lentamente no Digital World do que no mundo humano. No seu relógio já era 8:00h da manhã, mas ali era como se fosse de madrugada ainda. Eles sentiam o tempo passar da mesma forma que sentiam na Terra, mas pareciam que os minutos se passavam bem mais devagar em relação á Terra.

- Onde será que essa Togemon está? – Monmon se indagou, pulando  árvores para tentar encontrar o Digimon fazendeiro mais facilmente.

- Nós já estamos andando a bastante tempo. – Comentou Hiroshi.

- Kaoru, eu tô com dor de barriga! – Disse Bearmon, botando uma das patas no estômago e fazendo uma expressão de aflição.

- Ih, Bearmon! Já quer soltar um barro? – Perguntou Kaoru. – Não tem nenhum banheiro público por aqui. Não dá pra segurar, não?

- Eu vou tentar, mas não prometo nada.

- Essa lanterna do celular é muito ruim! – Hiroshi reclamou.

Apesar de estar de noite, o céu não estava tão escuro assim. E não haviam postes nem nada para iluminar a Native Florest. Os únicos lugares iluminados eram os banheiros públicos, e Bearmon correu para um deles logo que avistou um.

- Ei! Olha pro outro lado! – Disse Bearmon.

- Como se eu quisesse ver essa nojeira... – Respondeu Kaoru, cruzando os braços e virando para o lado oposto.
- Ué? Tu não caga, não?

- Ei! Eu achei a Togemon! – Gritou Monmon depois de um tempo para chamar a atenção dos garotos e de Bearmon. – Vamos!

- E-e-espera! Eu ainda não me limpei! – Gritou Bearmon, mas todos foram correndo na frente. – Esperem, seus bundões!

Hiroshi e Kaoru correram e passaram da árvore em que Monmon havia avistado a Togemon. Bearmon se limpou ás pressas e saiu correndo pouco depois, resmungando alguma coisa.

Depois de alguns minutos de caminhada, os quatro amigos chegaram em um pequeno espaço onde havia uma plantação de chips.

- Achamos! – Exclamou Monmon. – Ei, Togemon! Você se importa se pegarmos um dos seus chips?

- Sumam daqui! – Gritou Togemon, abrindo os braços. – Chikku Chikku Bang Bang!



Togemon atirou todos os espinhos que compunham seu corpo de cactus nos quatro amigos (no outro segundo, já haviam crescido mais espinhos), que se se jogaram atrás de árvores para desviar, mas Kaoru foi atingido pelos espinhos de Togemon no braço.

- Merda! Isso dói muito! – Gritou Kaoru, arrancando vários espinhos de seu braço direito de uma vez.

- Kaoru!! – Gritou Bearmon.

De repente, uma luz muito forte saiu do Digivice de Kaoru, envolvendo Bearmon.

- Bearmon Shinka... Gryzmon!!! – Bradou o recém evoluído Gryzmon. – Não vou te perdoar por ter machucado meu amigo! Crescent Dawn!

A lua crescente na testa de Gryzmon brilhou, lançando um raio de luz branca sobre Togemon, que caiu tonta. Kaoru notou que havia uma tornozeleira preta na Togemon, igual a que estava em Greymon.

- Calma, Gryzmon! – Kaoru, chamou a atenção de seu parceiro Digimon. - Eu estou bem, ok? Não se preocupe. Ela está sendo controlada pela engrenagem negra!

- Kaoru, seu braço está sangrando... – Disse Gryzmon, olhando o ferimento de seu amigo humano.

- Saiam daqui agora!! Este é meu território! Eu vou matar vocês!!! – Rugiu Togemon, correndo em direção a Gryzmon. – Mach Jab!!

Togemon ficou na frente de Gryzmon em um instante, acertando múltiplos socos nas costas de Gryzmon, derrubando-o e o espancando ainda no chão.

- Gryzmon!!! – Gritou Kaoru, pegando uma pedra e jogando-a no olho de Togemon, que deu um grito de dor. – Deixa ele em paz!

- É! Deixa ele em paz! – Gritou Hiroshi, arrancando um galho de uma árvore e segurando-a como uma espada. – Precisamos dar um jeito de destruir a engrenagem negra!

- Swing Swing! – Bradou Monmon, correndo enquanto girava seus braços rapidamente.

Monmon deu um salto por cima de Gryzmon e acertou um soco no mesmo olho onde Kaoru havia atingido com a pedra, deixando a Togemon ainda mais irritada.

- Não me amole, seu verme! Mach Punch! – Gritou a Togemon, acertando um soco fortíssimo no Monmon, que foi arremessado até um tronco de uma árvore que estava perto de Hiroshi.

- Monmon! – Gritou Hiroshi, soltando o galho e correndo para ajudar seu amigo.

- Eu estou bem...! – Gemeu Monmon, tentando se levantar, mas caindo novamente. – Merda! Eu devia ter mirado na engrenagem...!

- Monmon...! – Hiroshi levantou Monmon, sentando-o em seu colo. – O que eu posso fazer?

Togemon continuou socando Gryzmon até o mesmo regredir à forma de Bearmon. Kaoru correu em direção ao seu parceiro Digimon, e antes que Togemon desse mais um soco, Kaoru se jogou e pegou Bearmon, rolando para o lado, salvando Bearmon.

- Ufa, essa foi por pouco...! – Exclamou Kaoru, levantando-se rapidamente enquanto carregava Bearmon em suas costas.

- Você me salvou, Kaoru! – Disse Bearmon.

- Somos parceiros, não somos? – Kaoru sorriu, e os dois sentaram-se no chão, muito cansados. – Hiroshi! Você tem que dar um jeito de destruir a engrenagem negra!

Hiroshi então juntou toda as suas forças e correu em direção à Togemon, gritando enquanto tentava quebrar a engrenagem, que estava na forma de uma tornozeleira, usando o galho que havia soltado anteriormente, porém antes que pudesse fazer algo, Togemon o segurou com suas luvas de boxe e começou a apertá-lo, com a intenção de esmagar seus orgãos internos para matá-lo. Hiroshi gritou de dor.

- Hiroshi!!! – Gritaram todos.

Uma luz saiu do Digivice de Hiroshi, tão forte que fez Togemon sentir como se suas mãos estivessem queimando, que logo o soltou por reflexo. A luz seguiu para Monmon, que estava caído, anteriormente impossibilitado de fazer alguma coisa.



- MONMON SHINKA... HANUMON! – Bradou Hanumon.



- Uau! Ele ficou bonitão! – Disse Bearmon. – Vai, Hanumon!

- Nyoi Bone!! – Gritou Hanumon, arremessando o enorme osso prateado que carregava consigo.

O ataque acertou em cheio a engrenagem que estava presa no tornozelo de Togemon, fazendo-a desintegrar. Togemon caiu no chão, sendo envolvida por uma luz, e logo voltando a sua fase anterior. Era uma Palmon agora.

- O que aconteceu? Por que meu olho dói tanto? – Perguntou Palmon, se levantando devagar.

- Desculpe por isso... – Disseram Kaoru e Hanumon, sorrindo nervosos.

- Você estava sendo controlada por uma engrenagem negra. – Disse Hiroshi, se aproximando.

- Sim, eu me lembro de ter sido perseguida por uma engrenagem negra quando eu estava passeando pela Native Florest... – Disse Palmon. – Eu costumava ter uma fazenda de carne e chips ao lado da casa de Jijimon-san.

- Ei, é verdade! Eu lembro de você! – Disse Bearmon. – Nossa, mas faz muito tempo que você sumiu...

- Vamos voltar pra File City. Mas antes... – Disse Hanumon, voltando a sua forma de Monmon. – Precisamos de um desses chips pra uma sopa!

˜˜X˜˜

Os dois garotos, após um banho, foram para a cozinha de Jijimon, onde prepararam o Missoshiro de Digibytes passo a passo. Monmon colocou o chip que pegou da plantação da Palmon no microondas e depois de certo tempo, retirou os bolinhos salgados e os despejou no caldo que haviam preparado. O sol já estava nascendo quando o Missoshiro ficou pronto.

- Finalmente... – Disseram os quatro, exaustos.

Kotemon acordou com Bearmon o sacudindo insistentemente. O Digimon espadachim se levantou assustado, mas ficou muito feliz ao ver que todos se esforçaram muito para fazer algo que pudesse o fazer se recuperar mais rápido. Enquanto isso, Palmon começava outra plantação ao lado da casa de Jijimon.

- Hmmm! Isso tá muito bom! – Disse Kotemon, se deliciando com o Missoshiro. – Onde vocês arrumaram esses Digibytes?

Porém, como não obteve resposta, Kotemon se virou zangado só pra ver que seus amigos estavam todos dormindo no chão ao seu lado. Kotemon se levantou da mesa onde estava comendo e os cobriu com o lençol que Kaoru o havia coberto mais cedo.

To Be Continued...
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por Kyuketsuki em Dom 26 Nov 2017, 8:08 am

O mango tá atrasado nesse site. Vou ler lá no outro.
avatar
Kyuketsuki

Kazentai
Kazentai

Mensagens : 1103
Data de inscrição : 16/09/2013
Idade : 17
Localização : Algum canto do quarto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por Lawliet em Seg 27 Nov 2017, 1:54 am

Beleza, Kyu. Eu estou tendo dificuldade pra postar aqui, pois o fórum é muito pesado. Mas vou postar os dois capítulos que faltam.
avatar
Lawliet

Seichouki
Seichouki

Mensagens : 332
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 18
Localização : Minha casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Digimon Network

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum